PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Morre o cantor Dominguinhos do Estácio de Sá aos 79 anos

Dominguinhos do Estácio passou por cirurgia após sofrer hemorragia cerebral; cantor não resistiu e morreu ontem - Reprodução/Instagram
Dominguinhos do Estácio passou por cirurgia após sofrer hemorragia cerebral; cantor não resistiu e morreu ontem Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

31/05/2021 08h29Atualizada em 31/05/2021 10h35

Morreu hoje o cantor Dominguinhos do Estácio de Sá, aos 79 anos, vítima de uma hemorragia cerebral. Dominguinhos estava internado em um hospital da cidade de Niterói (RJ), onde morava.

O perfil do sambista no Instagram divulgou nota de pesar explicando que a morte ocorreu pelas complicações do seu quadro.

Ele seguia internado desde o dia 11 de maio em decorrência de complicações em seu quadro de saúde e na noite do dia 30 o cantor e intérprete Dominguinhos do Estácio veio a óbito. Que nossa senhora de Nazaré o receba de braços abertos. Desejamos nossos pêsames a todos os amigos e familiares.

No dia 11, Dominguinhos deu entrada no hospital e foi submetido a uma cirurgia de emergência após sofrer uma hemorragia cerebral naquela madrugada.

Uma semana depois, ele precisou ser sedado durante a recuperação. Segundo o boletim médico, o quadro progredia de forma regular. Dominguinhos respirava sem a ajuda de aparelhos e iniciou a alimentação por sonda.

Dominguinhos é um dos intérpretes mais vitoriosos do carnaval carioca e foi campeão como cantor principal em 1980, 1981 e 1989 pela Imperatriz; 1992 pela Estácio; e 1997 pela Viradouro. Ele também é dono de dois prêmios do Estandarte de Ouro de Melhor Intérprete, com vitórias em 2000 e 1984.

Um dos mais famosos samba-enredo, "Liberdade! Liberdade! Abra as Asas sobre Nós", da Imperatriz Leopoldinense, em 1989, foi interpretado por Dominguinhos.

Domingos da Costa Ferreira nasceu no Rio no dia 4 de agosto de 1941 e começou a carreira no carnaval no fim dos anos 60 como cantor e compositor na escola Unidos de São Carlos, que, a partir de 1983, passou a se chamar Estácio de Sá.

O nome artístico é uma referência ao bairro onde o intérprete nasceu.

No Carnaval do ano passado, Dominguinhos sofreu um infarto na Sapucaí. Ele saiu na ala da diretoria da escola campeã do Grupo Especial, Viradouro, atrás de todos os carros e passou mal em seguida. O cantor chegou a fazer um procedimento cirúrgico para implante de dois stents no coração.

Rio de Janeiro