PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Viviane Araújo lamenta cancelamento do Carnaval: 'Não sei viver sem'

A rainha da Mancha Verde, Viviane Araújo, preparada para o desfile no Anhembi - Iwi Onodera/UOL
A rainha da Mancha Verde, Viviane Araújo, preparada para o desfile no Anhembi Imagem: Iwi Onodera/UOL

Do UOL, em São Paulo

06/02/2021 16h04

A atriz Viviane Araújo, que é conhecida como a rainha das rainhas de bateria do Carnaval, lamentou o cancelamento do Carnaval em decorrência da pandemia da covid-19.

Em entrevista concedida ao GShow, a musa reconheceu a necessidade da medida de cancelamento dos festejos, mas contou que sentirá falta de pisar na avenida em 2021.

"Meu coração está apertado, está triste, porque Carnaval é a minha paixão, um dos meus grandes amores! Desfilo desde os 20 anos e metade da minha vida foi dedicada a ele. Eu não sei o que é viver sem o Carnaval. Mas, ao mesmo tempo, sei que é necessário", declarou a rainha de bateria do Salgueiro (desde 2008) e da Mancha Verde (desde 2005).

"Estou completamente de acordo em não ter o Carnaval esse ano. A festa não acontece da noite para o dia. Carnaval a gente realiza o ano inteiro. Vamos acreditar em 2022 teremos o Carnaval das nossas vidas!", disse.

Para tentar suprir a falta do fervo, Vivi relatou ao GShow que reúne amigos e familiares em sua casa para ouvir sambas antigos e rever desfiles. "A gente canta, samba, mata um pouco da saudade!", disse.

Na visão da musa, não se pode celebrar o Carnaval em meio a um cenário tão triste como o que a pandemia tem pintado.

"Nós não podemos comemorar o Carnaval — que é uma festa de pura alegria, puro amor — no meio dessa pandemia, no meio de tantas mortes, dessa tristeza que a gente vive e no meio de tantas perdas como eu tive", disse.

Essa pandemia veio para mudar muitas vidas. É hora de pensar nisso, repensar o que a gente quer de fato viver, olhar mais para o seu próximo, cuidar das pessoas que a gente ama. Já que não podemos ter a folia, vamos fazer um Carnaval perto das pessoas que a gente ama e gosta. Temos que aproveitar ao máximo quem verdadeiramente amamos. Viviane Araújo.

Rio de Janeiro