PUBLICIDADE
Topo

Eduardo Paes anuncia liberação da Cidade do Samba, que estava interditada

Cidade do Samba está liberada novamente; escolas do RJ podem voltar a preparar alegorias e fantasias - Ricardo Borges/Folhapress
Cidade do Samba está liberada novamente; escolas do RJ podem voltar a preparar alegorias e fantasias Imagem: Ricardo Borges/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

14/06/2021 16h15

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), anunciou hoje que a Cidade do Samba está liberada para voltar a funcionar normalmente após ser interditada pelo CBMERJ (Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro).

Em publicação feita em sua conta oficial do Twitter, o político torcedor da Portela agradeceu os esforços do governador do estado Cláudio Castro (PSC) e do coronel Leandro Monteiro, comandante do CBMERJ.

"Obrigado ao governador Claúdio Castro e ao comandante do Corpo de Bombeiros Leandro Monteiro pela eficiente gestão na liberação da Cidade do Samba com o atendimento de algumas pendências. Cheiro de vacina e carnaval no ar!", afirmou Paes.

De acordo com o que Gabriel David — diretor de marketing da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio) — informou ao jornal O Globo em maio, o local precisou se ajustar a normas do Corpo de Bombeiros, como a colocação de extintores e a sinalização de rotas de fuga.

A expectativa é de que os trabalhos nos barracões sejam retomados até o início de julho, já visando o carnaval de 2022.

A Cidade do Samba Joãosinho Trinta — em referência ao carnavalesco 2 vezes campeão pelo Salgueiro (1974 e 1975), 5 vezes campeão pela Beija-Flor (1976, 1977, 1978, 1980 e 1983) e uma pela Viradouro (1997) — foi construída em 2006 com o objetivo de reunir os barracões onde as escolas do Grupo Especial constroem suas alegorias e fantasias, além de servir como pólo cultural da cidade.

Carnaval fora de época

Paes também anunciou hoje que pretende organizar um Carnaval fora de época em setembro, sendo um primeiro evento teste com a vacinação em massa da população na ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro.

Nas redes sociais, Paes disse que "se tudo der certo, já temos o nosso primeiro evento teste marcado".

Segundo o jornal O Globo, o Carnaval fora de época seria só com a população local de Paquetá — a prefeitura e a Fiocruz vai começar a vacinar toda a população maior de 18 anos que mora na ilha.