PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Governador do Rio diz que só haverá Carnaval com a população imunizada

Cláudio Castro, governador em exercício do estado do Rio de Janeiro durante coletiva  - ADRIANO ISHIBASHI/ESTADÃO CONTEÚDO
Cláudio Castro, governador em exercício do estado do Rio de Janeiro durante coletiva Imagem: ADRIANO ISHIBASHI/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

14/01/2021 16h55

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), afirmou hoje que somente haverá Carnaval no estado se a população estiver vacinada contra a covid-19.

Em publicação feita em sua conta oficial do Twitter, Castro reforçou a importância dos festejos de Momo para a economia do Rio, mas informou que a prioridade é a segurança sanitária do estado.

"O Carnaval é uma das festas culturais mais importantes do Rio, mas só será realizado em um ambiente de extrema segurança para a população", declarou o governador. "O impacto econômico é fundamental para o estado e gera milhares de oportunidades de emprego."

No Rio, está tudo pronto para iniciarmos a imunização contra a covid-19. Declarou Castro.

Cláudio Castro também falou sobre a lei que estabelece um 'Carnaval fora de época' no Rio de Janeiro e insere o evento no calendário oficial do estado. Segundo ele, o objetivo da medido é assegurar que o setor carnavalesco não fique parado em 2021.

"Sancionei a alteração de uma lei que não permitirá que o setor carnavalesco quebre e criará dispositivos para que o governo possa decretar feriados e apoiar com infraestrutura e incentivos financeiros. No entanto, o CarnaRio só acontecerá este ano com a população imunizada", explicou.

"Ela vai trazer benefícios para o setor até que o impacto causado pela pandemia seja superado, com o avanço da vacina", disse.

O governador disse que, conforme o UOL já havia adiantado, a medida não vale apenas para 2021, mas promove uma alteração definitiva no calendário anual do estado do Rio.

Rio de Janeiro