PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Após tiroteio, DJ Diplo é retirado às pressas de bloco e cancela show em SP

Diplo é retirado em bloco do Carnaval de São Paulo - Amauri Nehn/Brazil News
Diplo é retirado em bloco do Carnaval de São Paulo Imagem: Amauri Nehn/Brazil News

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

25/02/2020 18h56Atualizada em 25/02/2020 21h17

O DJ Diplo, do Major Lazer, foi retirado às pressas do Bloco Latinha Mix, na Zona Oeste de São Paulo, em razão de um tiroteio. Segundo informações da agência de fotos Brazil News, ele precisou cancelar o show que faria na folia de rua paulistana.

O fotógrafo Amauri Nehn, que registrou as imagens do DJ agachado, falou à reportagem do UOL sobre o momento da confusão. "Diplo estava em cima do trio antes de se apresentar, tirando fotos da multidão. Alguém ouviu um tiro e avisou para o pessoal que estava em cima do trio se abaixar. Daí eu fiz as fotos do segurança fazendo a proteção dele. Havia um rapaz que foi atingido no abdômen e uma outra moça atingida na perna", relatou o fotógrafo.

"Depois que o Diplo desceu para dentro do trio a organização avisou que o show havia sido cancelado", completou ele, que ainda viu o momento em que as vítimas recebiam os primeiros socorros.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, um homem foi detido por tentativa de furto no trajeto do bloco. Ele teria sido o autor dos disparos, mas o caso ainda está sendo investigado.

"As primeiras informações apontam que a vítima reagiu atirando contra o criminoso, que foi levado ao hospital Saboya. Uma mulher também foi atingida e socorrida ao Hospital das Clínicas. A ocorrência será registrada pelo 14º DP, que investigará todas as circunstâncias dos fatos", afirmou em nota enviada ao UOL.

Organizado pela Rádio Mix, o bloco foi comandado por Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, e contou com participações de Luisa Sonza e Ivo Meirelles.

DJ Diplo (de costas) se abaixa após tiroteio em bloco de Carnaval em Pinheiros, São Paulo - Amauri Nehn/Brazil News - Amauri Nehn/Brazil News
DJ Diplo (de costas) se abaixa após tiroteio em bloco de Carnaval em Pinheiros, São Paulo
Imagem: Amauri Nehn/Brazil News

A presença de Diplo pelo Major Lazer fazia parte das atrações surpresas do bloco.Tropkillaz, com os DJs André Laudz e Zé Gonzales, era a outra atração surpresa do bloco.

A concentração aconteceu Rua Henrique Schaumann, na região de Pinheiros. Mais cedo, antes do início do bloco, o DJ publicou vídeos em sua conta do Instagram. Há cerca de uma hora, ele filmou a multidão de foliões se divertindo no bloco.

O bloco da Rádio Mix é mais um que foi marcado por tumulto em São Paulo. Neste domingo, o megabloco do jogador Daniel Alves, chamado Good Crazy, foi interrompido e terminou mais cedo por conta de brigas e supostos arrastões.

"Que pena que está tendo muita briga. E, com briga, a gente não consegue continuar. É melhor a gente parar para não machucar mais", declarou o cantor Seu Jorge, convidado do Bloco. O MinhoQueens também teve que terminar mais cedo por conta de tumulto — uma pessoa foi esfaqueada.

Segundo informações da polícia, 148,5 mil pessoas foram abordadas e mais de 1,3 mil foram presas durante os quatro primeiros dias de Carnaval em São Paulo. Por conta da maior expectativa de público neste ano, segundo o governo, forças policiais foram reforçadas, com uma média de 15 mil policiais atuando no estado.

*Com Estadão Conteúdo

São Paulo