PUBLICIDADE
Topo

Blocos de Rua

Bell Marques leva mais de 400 mil foliões para o Ibirapuera, em São Paulo

Marley Galvão

Colaboração para o UOL, de São Paulo

29/02/2020 14h39

Considerado um dos nomes mais tradicionais do Carnaval brasileiro, Bell Marques atraiu mais de 400 mil pessoas ao Parque do Ibirapuera, em São Paulo. O clima da cidade finalmente firmou neste sábado, e chicleteiros vestindo os tradicionais abadás da folia baiana foram ao delírio logo nos primeiro acordes da guitarra.

"Que coisa linda tocar para essa multidão sem confusão nenhuma. Vocês não têm ideia de como isso é bom para um artista. Estou muito, muito, muito apaixonado pelo Carnaval de São Paulo", diz Bell entre seus famosos hits e outras canções clássicas do axé. Enquanto isso, o público se refrescava com "chuva" de mangueira.

Porém, meia hora após ter elogiado o público, o cantor interrompeu uma música para chamar a atenção de foliões briguentos. "Começou. Eu aponto daqui para a polícia. Pelo amor de Deus, se vai esculhambar, vá a outro lugar. Aqui não. Toca esse negócio que eu vou ficar de olho nesse cara", disse Bell em tom severo.

Vocalista, guitarrista e compositor, Bell saiu do grupo Chiclete com Banana em 2013 e tocou pela segunda vez no pós-Carnaval paulistano. A festa começou às 14h30 na praça do Obelisco, em frente ao parque do Ibirapuera, com meia hora de atraso. Em 2019, o bloco recebeu 420 mil foliões.

Bell ainda brincou com Carlinhos Brown, compositor de algumas das músicas cantadas por ele durante o bloco: "Esse cara é impressionante. Eu não entendo quase nada do que ele fala. Mas todo gênio é assim. Você não entende muito o que ele diz". Ao fim do bloco, a chuva que insiste em cair em São Paulo, voltou.

Blocos de Rua