PUBLICIDADE
Topo

Sem Kevinho, bloco KondZilla aquece último domingo de Carnaval em São Paulo

Patrícia Larsen

Colaboração para o UOL, de São Paulo

01/03/2020 12h52Atualizada em 01/03/2020 16h23

Funk e Carnaval combinam, sim. E o Bloco do KondZilla, que levou mais de dez funkeiros para a avenida Marquês de São Vicente, na Barra Funda, em São Paulo, prova isso. Nomes como Naldo Benny, Dadá Boladão e Mila, voz do hit "Tudo OK", desceram para a avenida e conversaram com os fãs antes de o bloco começar.

Os foliões que esperavam Kevinho, prometido para fechar o bloco, ficaram decepcionados. O cantor não conseguiu embarcar no Rio de Janeiro devido às fortes chuvas. Mas sua música, "Olha a Explosão", que bateu 1 bilhão de visualizações no YouTube, foi lembrada pelos demais MCs.

Foram mais de cinco horas de funk. Lexa, a segunda cantar, veio direto do Bloco da Anitta para uma apresentação rápida. "É meu aniversário [foi no dia 22], e ainda vou fazer uma festa mais tarde", contou. O público cantou parabéns e emocionou a cantora. "Para mim, esse foi o melhor Carnaval de todos os tempos", sentenciou ao UOL.

Naldo Benny também estava animado com sua participação no Bloco KondZilla: "No Carnaval, fiz muitos shows pelo Brasil e é um prazer gigante estar aqui em São Paulo para encerrar a folia".

Mila, a voz feminina de "Tudo OK", foi a primeira a se apresentar. Ela contou ter ficado impactada com o sucesso de sua música e por ela estar entre as mais tocadas no Carnaval: "É uma alegria gigantesca, agora vamos colher os frutos".

MC Kekel, do hit "Amor de Verdade", participou do segundo bloco em São Paulo: "A galera da cidade descobriu os blocos e a zoeira divertida que é participar deles. Eu adoro". O funkeiro, que será pai de uma menina pela segunda vez, anda antecipou novidades ainda para este mês: "Tem música nova chegando".

O pernambucano Dada Boladão, representando o brega funk com o hit "Surtada", também estava encantando com a quantidade de foliões paulistas: "Estou acostumado com as festas em Recife, mas São Paulo está 'da hora' demais".

Também se apresentaram os MCs Jottapê, Zaac, Perna, Lan e Matheuzinho, além da cantora Dani Russo.

Bloco KondZilla traz o digital para a rua

"Esta é a primeira vez que temos esse bloco em São Paulo. Ele é a transformação da nossa base digital em real", disse KondZilla, idealizador da gravadora que hoje tem alguns dos maiores nomes do funk nacional.

O produtor afirmou que a ideia é estar presente em várias plataformas: "Já fechamos o acordo da segunda temporada da série 'Sintonia' na Netflix, tem muita novidade chegando".

O Bloco do KondZilla, segundo a organização, reuniu mais de 380 mil pessoas.

Blocos de Rua