PUBLICIDADE
Topo

Estácio de Sá lança documentário bilíngue sobre desfile campeão de 2019

Equipe do filme registra ensaio de bateria da Estácio de Sá  - Divulgação
Equipe do filme registra ensaio de bateria da Estácio de Sá Imagem: Divulgação
Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

Especial para o UOL, no Rio

23/01/2020 04h00

De volta ao Grupo Especial após três anos de afastamento, a Estácio de Sá ainda comemora o título da Série A obtido no último Carnaval. Nesta sexta-feira, a partir das 22h, a quadra da escola será o palco para o lançamento de um documentário bilíngue sobre o desfile campeão. Intitulada "Yo e Você - Carnaval do Mundo", a película apresenta todos os detalhes da preparação da escola, enfocando seus personagens e a luta da comunidade para colocar a Estácio na avenida.

O filme é dirigido por Tavo Chirivella, cineasta venezuelano radicado no Panamá. A conexão com o país caribenho se dá pelo fato do enredo da escola em 2019 ter sido sobre o Cristo Negro, imagem venerada pelo povo panamenho. A produção executiva é do pernambucano Henrique de Oliveira, responsável por articular o enredo da escola com os apoiadores da América Central.

Com 65 minutos de duração, o filme traz entrevistas com dirigentes e sambistas, entremeado por cenas do cotidiano do barracão e da quadra de ensaios, além de um divertido passeio pela cidade do Rio de Janeiro. Dividida em dez partes, a obra traz todas as fases da elaboração do desfile, desde a formulação do enredo, a pesquisa, a realização de figurinos, fantasias e alegorias, além dos ensaios das coreografias e ritmistas.

Segundo o produtor, a intenção do filme é revelar para o grande público todas as relações que permeiam a construção de um desfile de escola de samba. "Queremos mostrar o que há por trás, o que não é glamoroso. O trabalho em equipe, a inclusão social, a geração de empregos, as pessoas que fazem o carnaval", explica Henrique de Oliveira, que ressalta também a riqueza das imagens gravadas nos ensaios e no morro de São Carlos, comunidade-berço da escola.

Logo em seguida à exibição do filme, a Estácio de Sá realiza mais um ensaio para o Carnaval 2020, quando apresentará o enredo "Pedra", da carnavalesca Rosa Magalhães. A entrada para a exibição do filme é gratuita. Porém, a partir das 22h30, a escola cobrará um ingresso no valor de R$ 30. A quadra da Estácio de Sá fica na Rua Salvador de Sá, 206-208, no bairro do Estácio, Rio de Janeiro.

Anderson Baltar