PUBLICIDADE
Topo

Marta e técnica da seleção são tietadas na Sapucaí; craque é homenageada

Marta foi a homenageada no desfile da Inocentes de Belford Roxo, na Marquês de Sapucaí - Reginaldo Pimenta/Agência O Dia/Estadão Conteúdo
Marta foi a homenageada no desfile da Inocentes de Belford Roxo, na Marquês de Sapucaí Imagem: Reginaldo Pimenta/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

22/02/2020 22h14

A jogadora Marta provocou o maior frisson em sua chegada à Marquês de Sapucaí, na noite de hoje, para desfilar pela Inocentes de Belford Roxo. A atleta, eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo, foi homenageada no samba-enredo: "Marta do Brasil — Chorar no começo para sorrir no fim."

Ainda dentro da van que a levou até o local, Marta foi rodeada por fãs que se aglomeravam para conseguir uma foto ou uma palavrinha com a jogadora do Orlando Pride. Ela desfilou como destaque no último carro alegórico da avenida, um veículo em formato de uma chuteira dourada.

"Me segurei para não chorar várias vezes. Foi além do que eu esperava", disse Marta à Rede Globo na dispersão, após o desfile.

A vida em alas

Diversos aspectos da vida da jogadora foram retratados em alas pela escola de samba. Nascida em Dois Riachos (Alagoas), Marta mudou-se para o Rio de Janeiro aos 14 anos para atuar no Vasco da Gama. A cidade de origem foi trabalhada no carro abre-alas, enquanto a capital fluminense apareceu em outro momento do desfile.

O laço com a Belford Roxo foi construído enquanto ainda vivia no Rio. Uma jogadora do Vasco, amiga de Marta, vivia lá e carregou a atleta para alguns ensaios da escola.

"Não sei expressar o quanto de gratidão tenho por todos que colaboraram", agradeceu a craque.

Uma ala dedicada à ONU Mulheres, projeto do qual Marta é embaixadora, também foi parte do desfile. Ao fim, um carro com várias bolas de futebol teve as redondas distribuídas ao público.

A técnica da seleção brasileira feminina de futebol, Pia Sundhage, é tietada na Marquês de Sapucaí - Gabriela Nolasco/Divulgação
A técnica da seleção brasileira feminina de futebol, Pia Sundhage, é tietada na Marquês de Sapucaí
Imagem: Gabriela Nolasco/Divulgação

Mãe e treinadora também fizeram sucesso

Além de Marta, a técnica da seleção feminina, Pia Sundhage, foi outra figura disputada na Sapucaí nesta noite. A treinadora sueca desfilou pela Inocentes de Belford Roxo a convite da jogadora.

Pia integrou uma ala que homenageou o período em que Marta viveu e jogou futebol na Suécia.

Já a mãe da jogadora, dona Tereza Vieira, também foi destaque em um dos carros-alegóricos.

"Eu pedia a Deus para aguentar a emoção e não ficar muito emocionada lá em cima", disse em entrevista à Globo ao fim do desfile.

A escola disputa a Série A (o equivalente à segunda divisão do Carnaval carioca).

Rio de Janeiro