PUBLICIDADE
Topo

Tumulto e empurra-empurra: Viradouro lota quadra e para trânsito em Niterói

Rafael Godinho

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/02/2020 21h22

Viradouro atraiu uma verdadeira multidão a sua quadra no bairro do Barreto, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, na noite de hoje. Todos queriam celebrar o disputado título de campeã do carnaval carioca, após 23 anos de jejum.

A reportagem do UOL demorou mais de uma hora para conseguir entrar na agremiação. O tumulto e empurra-empurra foi tão grande que chegou a parar o trânsito na Avenida Governador Roberto Silveira.

Apesar do esforço da polícia militar e dos funcionários da escola, foi quase impossível conter a confusão devido ao enorme número de pessoas tentando fazer parte da festa. "Tem idoso e criança aqui. Para de empurrar, pessoal", pediu Nilda da Silva, de 51 anos, no meio da muvuca.

Já dentro da quadra, o sacrifício para entrar parece ter ficado para trás. O público vibrava com a bateria vermelha e branca niteroiense. Todos entoavam o refrão do samba-enredo "Viradouro de Alma Lavada".

No sétimo ano consecutivo como rainha, Raissa Machado sambava como se estivesse no desfile ao lado do mestre Ciça. "Ainda estou em êxtase pelo desfile impecável que fizemos. Foi de arrepiar. Já acreditava na vitória", declara ela ao UOL.

A musa Lorena Improta também não escondeu sua satisfação com o título. "É uma alegria inexplicável ver a Viradouro campeã. Acompanhei o esforço da escola de perto e fiquei muito feliz com o resultado. Ainda mais que o tema tem a ver com cultura da minha terra, Salvador, na Bahia", celebra Lore.

"Queria agradecer cada um de vocês. Quem imaginava que a Viradouro iria ganhar depois desse tempo todo? A maior estrela dessa escola é a própria escola, que é feita com o suor de cada um da comunidade. Vamos fazer um desfile incrível no sábado para mostrar ao mundo a força da Viradouro.", promete o presidente Marcelo Calil.

Rio de Janeiro