PUBLICIDADE
Topo

Confira as seis escolas que desfilam nesta segunda na Marquês de Sapucaí

Ala das baianas da Viradouro na Sapucaí, em desfile de domingo; nesta, fantasia conta com luz de LED vermelha - Júlio César Guimarães/UOL
Ala das baianas da Viradouro na Sapucaí, em desfile de domingo; nesta, fantasia conta com luz de LED vermelha Imagem: Júlio César Guimarães/UOL

Do UOL, em São Paulo

24/02/2020 20h50

A segunda-feira de Carnaval na Marquês de Sapucaí contará com os desfiles de seis escolas de samba, que encerram as apresentações do Grupo Especial do Rio de Janeiro.

Confira quem irá desfilar e o samba-enredo de cada escola:

São Clemente

A São Clemente abre o dia às 21h30 com o "O Conto do Vigário" como enredo. A escola pretende abordar a "malandragem" ao longo da evolução do Brasil, desde a Minas Gerais do século XVIII. O humorista Marcelo Adnet integrou o time de compositores da agremiação.

Unidos de Vila Isabel

Segunda escola a se apresentar, a Vila Isabel tem entrada programada para 22h30. O enredo "Gigante Pela Própria Natureza: Jaçanã e um Índio Chamado Brasil" é uma homenagem aos 60 anos de Brasília. A história da capital federal será contada por meio de uma lenda onde o Brasil é representado por um índio.

Salgueiro

A escola tijucana desfila na Sapucaí às 23h30 com "O rei negro do picadeiro" como enredo. A apresentação será uma homenagem ao primeiro palhaço negro do Brasil, Benjamin de Oliveira, que terá a história contada pela Academia na avenida.

Unidos da Tijuca

Outra tijucana, a escola sucede o Salgueiro com desfile marcado para 00h30. O enredo "Onde nascem os sonhos" marca o retorno do carnavalesco Paulo Barros à escola, que vai trabalhar as criações arquitetônicas do homem e promete levar um Rio de Janeiro à avenida. O desfile também promete críticas à falta de planejamento urbano nas grandes cidades, ocasionando em desastres ambientais e sociais.

Mocidade Independente

"Elza Deusa Soares", o enredo da Mocidade em 2020, é uma ode à cantora Elza Soares. A partir de 1h30, a escola vai retratar a vida da artista, mostrando lutas e dificuldades enfrentadas ao longo da carreira.

Beija-Flor

Última escola da noite, a Beija-Flor desfila às 2h30 com o enredo "Se essa rua fosse minha". A escola pretende abordar todos os caminhos por onde o homem passou até que se chegasse ao Carnaval do Rio de Janeiro.

Rio de Janeiro