PUBLICIDADE
Topo

Ataques de Bolsonaro aproximam governadores, diz Doria na Sapucaí

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) - Leo Franco / AgNews
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) Imagem: Leo Franco / AgNews

Gabriel Saboia 

Do UOL, no Rio

23/02/2020 23h43

Convidado do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), para assistir os desfiles do Grupo Especial do Carnaval fluminense, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que as "agressões e ataques do [presidente da República] Jair Bolsonaro (sem partido) aproximam os governadores".

Ao chegar à Marquês de Sapucaí, Doria afirmou ainda ser cedo para dizer se a proximidade entre ele e Witzel vai se traduzir em apoio político ou coligação futura. "Nós temos um pacto federativo, metas muito claras em comum. Os ataques do Bolsonaro nos aproximam, nos unem", disse.

Doria citou o recente desentendimento entre Bolsonaro e o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e afirmou que se tratou de uma "leviandade" do presidente.

Na ocasião, o presidente afirmou que a morte de Adriano da Nobrega, apontado como líder de uma milícia no Rio de Janeiro, seria responsabilidade "da PM da Bahia, do PT". Na mesma entrevista, Bolsonaro chegou a citar Adriano da Nóbrega como herói.

"É isso que nós, governadores, não podemos permitir, uma leviandade dessas", concluiu.

Rio de Janeiro