PUBLICIDADE
Topo

Fotógrafa vítima de atropelamento em 2017 volta pela primeira vez à Sapucaí

A fotógrafa Cacau Fernandes - Herculano Barreto Filho/ UOL
A fotógrafa Cacau Fernandes Imagem: Herculano Barreto Filho/ UOL

Herculano Barreto Filho

Do UOL, no Rio

23/02/2020 21h45

A fotógrafa Cacau Fernandes, 51 anos, foi uma das 20 vítimas do trágico acidente com um carro alegórico da Paraíso da Tuiuti no Carnaval de 2017 quando um carro alegórico perdeu o controle e matou a radialista Elizabeth Ferreira Jofre. Cacau voltou pela primeira vez à Sapucaí neste domingo, 23, três anos depois.

Ela ficou prensada entre o veículo e a parede e relembrou o que viveu em entrevista ao UOL. "O meu braço direito foi quase arrancado. Rompi ligamentos, tendões. Um bombeiro precisou colocar o meu ombro no lugar", relata.

A fotógrafa chegou a ficar três meses hospitalizada e ainda faz fisioterapia para recuperar os movimentos. Há apenas oito meses, voltou a atuar profissionalmente.

E, agora, encara como uma vitória o seu retorno à cobertura do Carnaval. "Dá um frio na barriga, um nervosismo. Mas me sinto vitoriosa. Agora, consigo sustentar a câmera na mão e fotografar de novo."

Rio de Janeiro