PUBLICIDADE
Topo

Em clima de pré-carnaval, feriado no Rio de Janeiro mistura samba e fé

Encenação de São Sebastião na GRES Paraíso do Tuiuti - Ewerton Pereira/Divulgação Paraíso do Tuiuti
Encenação de São Sebastião na GRES Paraíso do Tuiuti Imagem: Ewerton Pereira/Divulgação Paraíso do Tuiuti

Thiago Camara

Colaboração para o UOL, no Rio

20/01/2020 04h00

Para o carioca que pensa em agitar o feriado de São Sebastião, na segunda-feira, 20 de janeiro, só tem um protagonista para rivalizar com o santo: o samba. Do Centro a Madureira, passando pela Lapa e pelo Andaraí, o ritmo que é sinônimo de alegria ganha uma devoção extra com a festa do padroeiro do Rio de Janeiro.

O Samba do Trabalhador, patrimônio cultural carioca, promete casa cheia. E por conta do feriado começa mais cedo, às 15h30, no Clube Renascença, no Andaraí. Moacyr Luz e um time de craques do samba apresentam, entre outras canções de exaltação ao Rio, o samba-enredo da Paraíso do Tuiuti deste ano, que vai contar a história do encontro do rei Dom Sebastião, de Portugal, e do santo de mesmo nome.

"É a terceira vez seguida que faço o samba da escola de São Cristóvão e é uma honra porque trazemos o próprio São Sebastião para o samba. Vamos apresentar para o público do Samba do Trabalhador", conta o compositor, que não lembra de um 20 de janeiro que não tenha passado cantando.

Com o enredo "O Santo e o Rei: Encantarias de Sebastião", a Tuiuti preparou uma programação gratuita, que mistura missa, cozido e ensaio de rua no feriado, partir das 14h, na quadra da escola.

"A comunidade do morro do Tuiuti sempre fez um cortejo no dia de São Sebastião e tem uma ligação forte com ele. Nesse dia, queremos unir a devoção ao nosso santo padroeiro e o amor à escola pela comunidade que se identificou muito com o enredo desse ano, explica Júnior Schall, diretor de Carnaval da agremiação.

A promessa que virou samba

Quem sobe as escadas de ferro da Fundição Progresso, tradicional casa de shows na Lapa, dá de cara com uma imagem do santo popular entre os cariocas. Ele abençoa o Centro Cultural da casa. E para celebrar essa devoção, a partir das 13h, começa o Feijão de São Sebastião. A feijoada terá o grupo Sambastião como atração principal. Essa mistura de samba com o nome do santo não é à toa. O grupo foi criado no dia 20 de janeiro de 2012, para pagar uma promessa. De lá pra cá, o Sambastião tornou-se uma roda de samba concorrida e famosa na cidade por seu resgate ao samba de raiz.

"Estava no CTI, quase morrendo por uma infecção generalizada e fiz uma promessa a São Sebastião: se saísse do hospital faria uma roda de samba para agradecer na rua do Russel, na Glória, onde tem uma grande imagem do santo. Só que depois que a promessa foi cumprida a roda de samba continuou sendo feita e existe até hoje", explica Marcelo Gimenez, batuqueiro e fundador do Sambastião.

Para quem quer entrar no clima dos bloquinhos de Carnaval, os ensaios do Cordão do Boitatá estão a todo vapor nas segundas-feiras de janeiro até 10 de fevereiro, na sede do Cordão da Bola Preta, no Centro. Não vai ter descanso nesse feriado e a turma promete um encontro ainda mais calibrado para fazer jus aos 24 anos de Carnaval carioca.

Do outro lado da cidade, O Quintal do Padroeiro abre as portas da quadra da Portela, às 13h, em Madureira. Convidado para comandar a festa, o grupo Galocantô se junta aos membros da Velha Guarda show da agremiação para venerar bambas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Almir Guineto e outros.

Ainda na terra da maior campeã dos desfiles do grupo especial, a festa Awurê também celebra Oxóssi, orixá protetor das florestas para as religiões de matriz africana e que no sincretismo é representado por São Sebastião. O evento, que começa às 16h, completa dois anos no bairro e cumpre sua função de manter e valorizar ainda mais o legado africano no Rio de Janeiro de São Sebastião.

Serviço

Samba do Trabalhador

Onde: Clube Renascença

Horário: A partir das 15h30

Quanto: R$ 50,00

Saiba mais: https://facebook.com/events/s/moacyr-luz-e-samba-do-trabalha/1097495253919117/?ti=icl

Um Sebastião não falha

Onde: Quadra da GRES Paraíso do Tuiuti

Horário: A partir das 14h

Quanto: Gratuito

Saiba mais: https://www.instagram.com/p/B7a6qsxHRE5/?igshid=1xponea0wc3z3

Feijoada de São Sebastião

Onde: Fundição Progresso

Horário: A partir das 13h

Quanto: R$ 40,00 (no dia do evento a Feijoada será cobrada à parte)

Saiba mais: https://facebook.com/events/s/feijoada-do-sao-sebastiao/1419017711595454/?ti=icl

Ensaio Cordão do Boitatá

Onde: Sede do Cordão da Bola Preta

Horário: A partir das 19h

Quanto: R$ 20,00 (em dinheiro)

Saiba mais: https://facebook.com/events/s/ensaios-cordao-do-boitata-24-a/607225620042409/?ti=icl

Quintal do Padroeiro

Onde: Quadra da GRES Portela

Horário: A partir das 13h

Quanto: De graça até 15h. Depois, R$ 15,00

Saiba mais: https://facebook.com/events/s/roda-de-samba-quintal-do-padro/2534926853419175/?ti=icl

Awurê

Onde: Espaço Quintal

Horário: A partir das 19h

Quanto: R$ 15,00

Saiba mais: https://facebook.com/events/s/awure-comemorando-2-anos-no-qu/563603947554299/?ti=icl

Rio de Janeiro