PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Pernaltas do Salgueiro voltam à Sapucaí mesmo com chuva: 'Segredo é rezar'

Pernaltas do Salgueiro desfilam na Sapucaí  - Lola Ferreira/ UOL
Pernaltas do Salgueiro desfilam na Sapucaí Imagem: Lola Ferreira/ UOL

Lola Ferreira

Colaboração para o UOL, no Rio

29/02/2020 23h19

Andar sobre pernas de pau já não é fácil em chão seco, mas com a chuva forte que caiu no Rio de Janeiro neste Sábado das Campeãs a missão fica um pouco mais complicada. Só que o temporal não impediu os pernaltas do Salgueiro de voltarem à Sapucaí para comemorar o quinto lugar da escola no Carnaval.

Já prestes a entrar na Marquês de Sapucaí, um dos pernaltas confidenciou ao UOL que a única forma de evitar uma queda é rezar. "A gente também anda mais devagar e toma cuidado, mas muito além disso não tem o que fazer. O segredo é rezar", disse.

Outra componente da pequena ala que vem logo atrás do abre-alas explica que o risco é realmente maior com a chuva, e corrobora o colega: "Tem que ir mais devagar".

O ritmo mais lento não é uma preocupação neste Sábado das Campeãs, mas no desfile oficial alguns torcedores do Salgueiro atribuíram à "lentidão" da ala alguns buracos que foram vistos na Avenida.

A comemoração, porém, tem menos peso e não poderia deixar de ter a presença da ala. Ao entrar na Avenida, os componentes agitaram o Setor 1.

O Salgueiro é a segunda escola a desfilar neste Sábado das Campeãs. Ainda restam Beija-Flor, Mocidade Independente de Padre Miguel, a Grande Rio e a grande campeã Viradouro.

Rio de Janeiro