PUBLICIDADE
Topo

Prefeitura de Salvador flagra 90 mototaxistas irregulares durante Carnaval

Arquivo - Mototaxi - Edson Silva/Folhapress
Arquivo - Mototaxi Imagem: Edson Silva/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

24/02/2020 18h35

Durante os quatro primeiros dias oficiais de Carnaval, a fiscalização da Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador (Semob) flagrou 90 mototaxistas que faziam transporte irregular de passageiros nos circuitos. Todos tiveram os veículos apreendidos.

Segundo o secretário da Semob, Fábio Mota, os veículos não estavam regulamentados. "A Semob trabalha para o bem da população. A fiscalização acontece para que não seja ofertado um serviço clandestino aos foliões", pontuou.

O proprietário da moto terá que pagar o valor da taxa de reboque de R$ 86,82, mais diária do pátio de R$ 36,18 e multa de R$ 195,23. Um gasto de, no mínimo, R$ 318,23. São penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Para o presidente da Associação dos Motociclistas Profissionais da Bahia (Asmop-BA), Adailton Couto, a fiscalização é importante para que não haja um crescimento da clandestinidade. "Se temos uma lei, e ela precisa ser cumprida. O Carnaval esse ano está muito organizado. Os mototaxistas regulamentados estão podendo fazer o mesmo caminho dos táxis de carro", destacou.

Serviço de mototaxistas ganha adeptos no Brasil

Band Notí­cias

CarnaUOL