PUBLICIDADE

Topo

Para continuar vendo a previsão do seu signo, é fácil e rápido

Numerologia ajuda a escolher a melhor data de casamento. Aprenda a calcular

Especialista diz que é importante considerar a numerologia da data a ser escolhida para entender os pontos fortes e fracos da relação - kupicoo/ iStock
Especialista diz que é importante considerar a numerologia da data a ser escolhida para entender os pontos fortes e fracos da relação Imagem: kupicoo/ iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

19/01/2022 04h00

O dia do "sim" é um dos mais especiais na vida de um casal. Por isso, a escolha da data para o casamento precisa ser certeira. Diante de tantas possibilidades, surge a dúvida sobre quando agendar o cerimonial e a festa. Nessas horas, a numerologia pode dar uma ajudinha.

"Há séculos os números exercem influência no nosso dia a dia. Não é à toa que artistas, empresas e gestantes se preocupam em saber a influência do nome, da data de nascimento ou de inauguração de um empreendimento. É claro que não seria diferente com a data do casamento", comenta a numeróloga e espiritualista Cris Gimenez.

Conforme ela explica, é importante considerar a numerologia da data a ser escolhida para entender os pontos fortes e fracos que a relação vai enfrentar.

"Um número 4, por exemplo, tende a trazer para o casal muito trabalho, muito esforço e dificuldade de adquirir bens materiais, o que acaba privando esse par romântico de aproveitar com mais tranquilidade os momentos de lazer e descontração da vida", cita Cris.

Como fazer o cálculo

Não é apenas somando os algarismos das datas consideradas para a cerimônia que se alcança o número a ser avaliado. É necessário levar em conta, também, a data de nascimento dos noivos. "A soma dessas datas vai dar a influência que irá reger a relação", explica a numeróloga.

Tome-se o exemplo de um parceiro nascido em 13/06/1986 e o outro que veio ao mundo em 21/05/1980, com casamento em 17/06/2014. A soma dos algarismos da primeira data é 7:

1 + 3 + 0 + 6 + 1 + 9 + 8 + 6 = 34, sendo que 3 + 4 = 7

Já o nascimento do noivo resulta em 8:

2 + 1 + 0 + 5 + 1 + 9 + 8 + 0 = 26, logo 2 + 6 = 8

Enquanto isso, os algarismos da data do casamento somados se transformam em 3:

1 + 7 + 0 + 6 + 2 + 0 + 1 + 4 = 21 e, então, 2 + 1 = 3

Para fechar, devem ser somados os resultados de todas as datas:

7 + 8 + 3 = 18, finalizando com 1 + 8 = 9

"O 9 é a influência desse casamento, mostrando um casal que gosta da companhia um do outro e mantém na casa o canto preferido de cada um. Eles também não gostam de muita gente em casa e precisam tomar cuidado para que cada um não acabe se isolando no seu cantinho, pois tendem a curtir muito a própria companhia", detalha a numeróloga.

Vale saber que o 9 não é um número "recomendável" para casamento, pois, apesar de apreciarem a presença mútua, noivo e noiva acabam se distanciando por gostarem de estar a sós e, de quebra, se afastam de amigos e familiares.

Outros números que pedem atenção são o 4 (pelo excesso de autoritarismo e falta de flexibilidade) e 7 (disputa constante para ver quem manda na relação).

Números-mestres

Ao fazer as contas, a soma das datas precisa ter sempre um resultado entre 1 e 9, mas há exceções: os números 11 e 22 devem ser preservados, pois são considerados mestres, ou seja, com dois algarismos que se repetem. "Outros números repetidos mostram frequências que se complementam como, por exemplo, uma soma 33, 44, 66 etc.", ilustra.

O que significa cada número

A seguir, a numeróloga e espiritualista Cris Gimenez explica o que há por trás dos resultados alcançados pela soma de todas as datas. De quebra, dá dicas do que pode ser feito para equilibrar números não tão positivos.

"Se o casamento já aconteceu ou tem uma data confirmada que não pode ser alterada, podemos observar atitudes e fazer pequenos ajustes nas energias para melhorar e amenizar o lado negativo do número", salienta.

  • Número 1

O casal tende a ser pioneiro e empreendedor, já que ambos são criativos e buscam estar sempre sorrindo e planejando atividades novas para fazer. Só precisam tomar cuidado com o excesso de ideias que acabam ficando no plano mental. Atenção também deve ser dada à insegurança na relação. Para equilibrar, é bom ter objetos em tons rosa e vermelho pela casa.

  • Número 2

Fala sobre uma relação de cumplicidade, entrega e, também, intuitiva, em que eles se conversam até pelo olhar, pois são dedicados um ao outro. Os cuidados nessa relação vão de encontro à passionalidade e ao distanciamento exagerado quando se magoam mutualmente. Ter objetos e flores amarelas pela residência ajuda no equilíbrio da energia do casal.

  • Número 3

Os dois são comunicativos, expansivos e buscam crescer juntos. Criativos e acolhedores, gostam de conversar e receber amigos. O cuidado está em não "engolirem" o que sentem. É que, apesar de conversarem muito, tendem a ter dificuldades para falar sobre os reais sentimentos. Essências como alecrim, laranja e alfazema harmonizam o ambiente e ajudam o par.

  • Número 4

A energia desse número representa um casal que trabalha duro, é organizado e sistemático. Noivo e noiva são bons comerciantes e têm visão de negócios. Além disso, prezam pelo conforto e bens materiais. Mas é necessário cuidado com o autoritarismo exagerado e a falta de jogo de cintura para lidar com os obstáculos da vida. A prática de yoga, pilates e natação ajuda a desenvolver a flexibilidade tanto do corpo quanto das emoções, melhorando a compreensão entre os dois.

  • Número 5

Agitados, aventureiros e com uma boa dose de fantasias sexuais, ambos são intuitivos, alegres e têm dificuldade de dizer "não" a quem pede ajuda. A atenção aqui está em ter cuidado para que as pessoas não abusem dos dois, já que acabam tendo dificuldade para se imporem. Ainda é necessário olhar mais para a questão financeira, já que tendem a gastar mais do que ganham. A prática de atividades espirituais, como a meditação, traz equilíbrio.

  • Número 6

Voltados à família e aos amigos, são preocupados com os que amam. Gostam de receber pessoas em casa para um happy hour, são alegres e acolhedores. O "porém" é que existe ciúme excessivo e possessividade entre eles, o que precisa ser observado, assim como a dificuldade de tomar decisões. Investir em atividades só do casal traz equilíbrio para a relação, que pode se desgastar por tanta gente palpitando na vida a dois.

  • Número 7

Os noivos são estudiosos e gostam do mundo energético. Há sempre alguém pedindo ajuda e, normalmente, eles sempre auxiliam quem precisa. O negativo é que tendem a ser céticos demais e a ter uma queda de braço para ver quem realmente manda na relação. O que vai equilibrar é a busca por caminhos espirituais para entender que nem todos que batem à porta merecem apoio.

  • Número 8

Tal resultado aponta que os dois são racionais, sem muita demonstração de carinho e gostam de conversas em que o assunto pode ser explicado pela lógica. Apreciam conforto e estabilidade. Por não saberem lidar com a falta de dinheiro, tendem a ser muito radicais quando é preciso economizar. Passeios em meio à natureza e leituras de temas como a metafísica da astrologia e numerologia ajudam a se conhecerem e se equilibrarem.

  • Número 9

O 9 aponta um casal altruísta, parceiro e bastante procurado para aconselhamentos, já que ambos são orientadores natos. Apesar de não negarem a sociabilização, não gostam de muita gente por perto. Precisam tomar cuidado para não se fecharem demais no mundindo deles. O equilíbrio está em receber um ou dois amigos com certa frequência, para que não se acostumem demais com o isolamento.

  • Número 11

Retrata um casal ativo nas atividades que se propõe a fazer, que gosta de se curtir e ter conversas inteligentes. Os dois são sensuais e apreciam se estimularem sensualmente nos mais diferentes lugares. O cuidado aqui está na cobrança excessiva e brigas, inclusive físicas. Uma boa dose de diálogo, terapia e atividades junto ao mar trazem equilíbrio para a vida conjugal.

  • Número 22

Esse número-mestre reflete noivo e noiva que apreciam viajar e viver aventuras. São ligados a temas espirituais e de autoconhecimento. O 22 traz uma visão de preservar a liberdade de cada um, sem esquecerem aqueles que consideram como família. O cuidado, neste caso, é para não perderem o senso de responsabilidade, pois tendem a agir como adolescentes. Ajuda muito ter agenda ou anotações das tarefas a serem executadas para que o fluxo flua bem na casa.