PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Nem só de ascendente se faz um mapa astral: conheça o descendente

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

30/09/2020 04h00

Quantas vezes já nos desculpamos por agir de uma determinada maneira, apontando como a causa o nosso ascendente? Ou então, justificamos que fulano parece de outro signo por conta do ascendente dele? Pois é, esse fator astrológico, calculado através do horário, data e cidade de nascimento de cada pessoa, mostra como nos apresentamos e nos relacionamos com o mundo, por isso é tão importante quando falamos de astrologia.

A partir do ascendente, são dispostas doze casas zodiacais, sendo ele o responsável por cuidar da casa 1. "Por isso ele diz respeito à impressão que causamos no mundo lá fora, a como imprimimos nossa personalidade e inclusive como nosso corpo físico se parece e quais suas características", explica a astróloga Serena Salgado, do Astrocentro.

Segundo ela, toda a astrologia é baseada em opostos que se complementam. Sendo o mapa astral uma roda de 360º, os opostos se dispõem em 180º. No caso do ascendente, quem se encontra nesta oposição é a casa 7, também conhecida como descendente. "Se o ascendente mostra como nos relacionamos com o mundo, a casa 7 nos mostra o que buscamos e como nos relacionamos em uma parceria.

O que eu busco nas pessoas, o que eu busco aprender e o que eu preciso reconhecer. Tem, também, a ver com casamento e sociedades, inclusive. Por isso é chamada por alguns astrólogos como a casa do casamento e das relações afetivas duradouras", diz Serena.

Ela indica que o signo que está na casa do descendente representa as características que buscamos no outro, nas parcerias. No entanto, é importante observar o mapa dentro de um contexto mais amplo para ter uma leitura mais complexa. Afinal, o planeta regente desta casa também vai trazer considerações sobre a troca com o outro.

"O que eu busco no outro, ou seja, a casa 7, é tudo aquilo que está oculto dentro de mim, o que eu preciso crescer para evoluir e ter mais clareza. Portanto, se eu tiver Câncer no descendente, vou buscar a parceria de alguém mais afetivo e que nutra a intimidade. Num geral, porém, o ascendente é mais importante dentro de interpretações astrológicas, embora seja o oposto complementar do descendente", conta a astróloga.

Serena deixa claro que, para saber a real influência do descendente em cada pessoa, é necessário fazer uma análise de mapa detalhada. Porém, sabendo qual signo está na casa 7, é possível entender algumas influências na hora de buscar um parceiro ou se sentir à vontade de uma parceria. Descubra qual signo está na sua casa do descendente e veja abaixo a influência que ele traz para suas relações!

Áries

Quem tem descendente em Áries vai se atrair pela capacidade de tomar impulso na vida, de ouvir os desejos e se permitir viver cada um deles intensamente. Para parcerias comerciais, é uma energia interessante para fazer o ascendente em Libra sair da estagnação que a busca por equilíbrio pode trazer.

Touro

O apreço pelo belo — e até mesmo sensual — é o que vai fisgar o coração de quem tem o descendente em Touro. A atração fica por conta do bom gosto, que também é um componente muito importante quando o assunto é parceria comercial.

Gêmeos

O ar alimenta o fogo, então Gêmeos vai alimentar os instintos de liberdade de quem tem o ascendente em Sagitário — ótimo para relações duradouras que visem explorar o mundo, sempre respeitando a individualidade de cada um.

Câncer

Trazer o lado afetivo de Câncer para quem tem ascendente em Capricórnio pode ser fundamental em alguns momentos. Isso porque, capricornianos tendem a levar todas as suas relações de maneira metódica, mas no fundo também sentem a necessidade de mais acolhimento.

Leão

Ter descendente em Leão significa se atrair por todos aqueles que alimentem suas ideias, às vezes muito abstratas para serem colocadas em prática. Outro fator de atração é a autoconfiança, que pode ser positiva para relacionamentos amorosos, mas principalmente profissionais.

Virgem

A energia virginiana pode ser motivo de atração para quem tem ascendente em signos de água, como Peixes. Isso porque Virgem traz a força da organização, do detalhe e da materialização das ideias. Algo ótimo para todo relacionamento, não é mesmo?

Libra

Descendente em Libra mostra a atração por quem sempre busca o equilíbrio entre mental e emocional. Já as parcerias comerciais para quem tem casa 7 neste signo podem precisar de um ponto mais racional e comedido para não dar passos maiores que as pernas.

Escorpião

Atrai pelo mistério, pelas possibilidades de transpassar o que é palpável. Também atrai pela promessa de fazer signos de terra, como Touro, se deixarem levar pelo fluxo dos sentimentos. Em parcerias profissionais, amplia os horizontes do que é tradicional.

Sagitário

Pode atrair por trazer a potência necessária para colocar em prática as ideias de quem tem ascendente em Gêmeos. Dentro de uma relação, desponta com possibilidades de ampliar os horizontes e pode até mesmo envolver os parceiros em empreitadas profissionais.

Capricórnio

É um signo de elemento terra, o que traz mais razão e estabilidade para signos de água, como Câncer. A atração está na leveza de ver os sentimentos. Nos negócios, pode ser a promessa de ter um cronograma bem definido, metas e resultados concretos.

Aquário

A confiança de Aquário atrai quem tem a casa 7 neste signo por trazer autoconfiança em qualquer parceria, principalmente as profissionais. Em relacionamentos, as características aquarianas podem trazer visão de futuro e significado à paixão.

Peixes

A atração pode acontecer por pessoas mais sensíveis e imaginativas, talvez ligadas à espiritualidade. O dom artístico e criativo pode ser um grande atrativo para parcerias profissionais ou intelectuais.

Alto Astral