PUBLICIDADE
Topo

Compre de pequenos produtores e comerciantes durante a quarentena

Pequenos empreendimentos e produtores pelo país estão se organizando para realizar entregas - iStock
Pequenos empreendimentos e produtores pelo país estão se organizando para realizar entregas Imagem: iStock

Juliana Vaz

Colaboração para Ecoa, de São Paulo

01/04/2020 04h00

Um dos efeitos sociais da quarentena são ações de vizinhança e solidariedade. A hashtag #compredopequenonegocio ajuda a divulgar uma das campanhas que têm dominado as redes. E não por iniciativa de donos de estabelecimentos, mas por consumidores que, por empatia, alertam sobre a necessidade de apoio a quem precisa manter o caixa (e empregos) durante e após o período de isolamento.

Para dar força a esse movimento, Ecoa reuniu iniciativas voltadas a pequenos empreendimentos ao redor do país: tem de feira a doceria, passando por mercados de bairro e livraria. A lista tem sido atualizada semanalmente durante o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Se tiver uma indicação, marque os nossos perfis @Ecoa_UOL no Twitter ou Instagram, ou envie mensagem para ecoa-uol@uol.com.br.

Rio de Janeiro

Alimentos de cesta à venda no JAEÉ Market - Divulgação - Divulgação
Alimentos de cesta à venda no JAEÉ Market
Imagem: Divulgação
JAEÉ Market - O engenheiro mecatrônico Wanderley de Abreu Júnior, fundador da empresa de tecnologia Storm Group, e o sócio Fred Weissmann criaram uma plataforma ajudasse o pequeno produtor. Reuniram-se com a Secretaria da Agricultura do Estado do Rio de Janeiro focaram no contato com fornecedores que produzem insumos para merendas escolares. Pelo site, o consumidor escolhe qual tipo de cesta quer e recebe os alimentos higienizados no fim da semana -- ou então pode doar a uma das cinco instituições fluminenses eleitas pela empresa. Conheça: jaeemkt.com.br

Meu Amigo Tem um Sítio - A rede conecta 50 pequenos produtores de alimentos orgânicos e realiza entregas na zona sul da capital fluminense, nos bairros de Santa Teresa e Grande Tijuca e Niterói. Os pedidos devem ser feitos até quinta-feira de cada semana pelo site. Conheça: instagram.com/meuamigotemumsitio

Orgânicos da Fátima - O casal Fátima Anselmo e Adilson Silva de Brejal, de Petrópolis, tem uma produção de agricultura familiar, sustentável, desde 2001. Os pedidos podem ser feitos pelo site e também oferece o serviço de assinatura de cestas. Conheça: organicosdafatima.com.br

Acolheita - O mercado vende produtos orgânicos e sustentáveis de pequenos produtores e de agricultura familiar - são cerca de 200 produtores/fornecedores atualmente. Os pedidos podem ser feitos pelo site e são entregues em um dia após o pagamento. Conheça: kyte.site/acolheita

Junta Local - Devido à quarentena, a comunidade suspendeu as feiras que realiza na zona sul e norte da capital do Rio de Janeiro. Mas na Sacola Virtual é possível comprar os produtos dos pequenos empreendedores fluminenses. Contato: SacolaVirtual.com

São Paulo

Portal Brasilândia - A página foi criada em 2014 por Roberto Castro. O morador do bairro desde o nascimento, Roberto já publicava questões do bairro em uma comunidade do Orkut e com o fim da rede social, migrou para o Facebook. Ele criou a página para fazer denúncias de problemas, como ausência de saneamento básico. A comunidade virtual foi crescendo, ele passou a promover o trabalho de comerciantes locais também. Hoje, com mais de 90 mil curtidas, promove os pequenos empreendedores com ainda mais carinho nesse período de isolamento social. Conheça: facebook.com/BrasilandiaZnBairroDeGenteForte

Lá de casa - O perfil no Instagram da produtora de geleias e antepastos tem destacado diversos outros pequenos comerciantes na área alimentícia. Conheça: instagram.com/ladecasa05

Dai vende frutas, verduras e legumes na região do Ipiranga, em São Paulo; ele teve apoio em divulgação na página Ipiranga Feelings - Reprodução | instagram.com/ipirangafeelings - Reprodução | instagram.com/ipirangafeelings
Dai vende frutas, verduras e legumes na região do Ipiranga, em São Paulo
Imagem: Reprodução | instagram.com/ipirangafeelings
Ipiranga Feelings - O perfil dedicado ao bairro do Ipiranga, em São Paulo, sempre deu dicas locais de cultura, lazer e gastronomia. Diante da crise causada pelo isolamento social, a comunidade tem publicado indicação de empreendedores locais além de promover outras boas ações: a adoção dos gatinhos moradores do Museu do Ipiranga que eram alimentados e recebiam cuidados voluntários. Conheça: instagram.com/ipirangafeelings

No Corre Local - O perfil no Instagram promove o trabalho de profissionais autônomos, prestadores de serviços e pequenos comerciantes na cidade de São Paulo. Os contatos são destacados nos stories e categorizados por regiões. Conheça: instagram.com/nocorrelocal

Fortalece SP - O perfil nasceu com a proposta de revelar a história por trás de cada comércio e aproximar o consumidor e empreendedor durante a crise causada pelo coronavírus. Posts diários categorizados pelas regiões da cidades promovem restaurantes, armazéns e prestação de serviços de diversos segmentos. Para ter seu empreendimento divulgado, é preciso enviar informações básicas sobre o negócio e fotos por meio de um formulário online. Conheça: instagram.com/fortalece.sp

Supermercado Parque Paulista - O supermercado localizado no município de Francisco Morato é o pioneiro e, até o momento, o único da região a permitir compras por WhatsApp e fazer entregas. O novo serviço surgiu justamente para auxiliar as pessoas da região que fazem parte do grupo de risco e com restrição de mobilidade. O valor mínimo das compras é de R$ 50 e o frete é gratuito.
Conheça: instagram.com/supermercadopqpaulista

Brava em casa - O espaço cultural e co-working Brava, de São Paulo, dedica-se à difusão do trabalho feito por mulheres. Diante do isolamento social e risco eminente que muitas parceiras comerciais estão enfrentando, criaram a iniciativa de indicar diariamente o trabalho de micro e pequenas empreendedoras em seus stories. A primeira semana foi voltada para quem trabalha na área alimentícia e faz entregas. Conheça: instagram.com/brava.sp

Mercadão das Flores de São Paulo - O megaempreendimento seria inaugurado em 30 de março, mas teve de adiar os planos. No entanto, diversos lojistas de pequenos produtores já tinham os produtos prontos para serem comercializados no local. Os proprietários lançaram uma campanha online chamada "Ação Florescer' e criaram um site com venda à preço de custo, com a arrecadação 100% para seus fornecedores. O delivery atende 30 bairros da capital. Conheça: instagram.com/mercadaodasfloressp

Bixiga - O perfil Portal do Bixiga está concentrando o contato de pequenos comerciantes que muitas vezes dependem dos escritórios, trabalhadores e alunos da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Contato: instagram.com/portaldobixiga

Pompéia, Vl. Leopoldina e região - O formulário colaborativo permite que a população indique pequenos comerciantes e produtores de bairros da zona oeste de São Paulo que estão com sistema de entrega. Para isso, é preciso acessar o link do documento.

Associação de Agricultura Orgânica (AAO) - A organização que existe há 30 anos e realiza feira de orgânicos no Parque da Água Branca está elencando em sua página no Facebook a lista de associados que realizam delivery de hortifruti em São Paulo e Sorocaba. Contato: facebook.com/aaorganica

União de Hortas Comunitárias de São Paulo - O grupo montou uma lista de fornecedores de produtos orgânicos e marmitas que estão fazendo entregas nesse período. A planilha é colaborativa e aberta quem quiser contribuir. Conheça facebook.com/UniaodeHortasSP

Empreendedores locais - O perfil no Instagram foi criado em 23 de março para ajudar a divulgar negócios locais e pequenos empreendedores no momento de crise. Contato: instagram.com/empreendedoreslocais

Bahia

Divulgação do app baiano Traz Favela - Reprodução | instagram.com/trazfavela - Reprodução | instagram.com/trazfavela
Divulgação do app baiano Traz Favela
Imagem: Reprodução | instagram.com/trazfavela
Traz Favela - O designer Iago Santos é morador de São Caetano, em Salvador, e já tinha percebido como os aplicativos de delivery não atendiam a região em que vive. A fim de incentivar a economia local e reduzir o preconceito que a favela desperta, criou o aplicativo Traz Favela que conecta motoboys e comerciantes aos consumidores da comunidade. Além desse incentivo ao empreendedorismo local, o perfil do Instagram divulga restaurantes e comerciantes parceiros. Conheça: instagram.com/trazfavela

Comércio Conquista - A prefeitura de Vitória da Conquista criou uma plataforma gratuita para divulgar a venda dos comerciantes da cidade que estão de portas fechadas devido ao isolamento social. Para isso, basta cadastrar o negócio com uma conta associada ao Google. Conheça: comercioconquista.pmvc.ba.gov.br

Fazenda Esperança - A Fazenda de agricultura sustentável fica no município de Ribeira de Amparo, na Bahia, adquire produtos de agricultura familiar e revende os alimentos em Salvador. A lista de produtos da semana é disponibilizada por WhatsApp e parte da venda será revertida para a compra de cestas básicas a serem doadas para famílias em extrema vulnerabilidade. Conheça: instagram.com/fazenda_esperanca_

Compre do Local - O perfil no Instagram busca fortalecer o pequeno empreendedor fazendo posts nos stories com o contato dos mais variados segmentos do comércio da região. Conheça: instagram.com/comprelocal_salvador

Agência Marcativa - a agência soteropolitana decidiu compartilhar o conhecimento com pequenos empreendedores da cidade e ajudá-los nesse momento crítico. As empresas enviam fotos de produtos, contato, tipo de serviço e a agência cria uma imagem digital compartilhável e ajuda na divulgação do negócio nas redes sociais. Conheça: instagram.com/mundomarcativa

Pernambuco

Sítio Sete Estrelas - Da produção agroecológica, são realizadas doações e feitos geleias, bolos, massas e até carne de jaca. Os pedidos podem ser feitos por telefone e retirados nas feiras que ainda acontecem em dois bairros recifenses: Setúbal (81 97322-2954) e Várzea (81 99851-8917).

Espaço Agroecológico da Várzea - A Feira Agroecológica alimenta um perfil no Instagram com informações para a comunidade e diante do isolamento social que a cidade enfrenta, passou a disponibilizar o contato dos agricultores, a lista de produtos da semana e os preços. As atualizações são feitas semanalmente pelos voluntários. Conheça: instagram.com/agroecovarzea

Porto digital Minas - O projeto que atua nas áreas de tecnologia e economia criativa, reunindo cerca de 300 empresas, tem uma ação que promove a inovação tecnológica para solucionar os problemas de gênero — a M.I.N.A.S. A iniciativa compilou pequenas empreendedoras especializadas em doces que estão com estoques cheios por conta da Páscoa e realizam encomendas e delivery. Conheça: instagram.com/portodigitalminas

Move Consumo - O projeto surgiu no departamento de Ciência do Consumo da Universidade Federal Rural de Pernambuco a fim de estimular a criação de negócios dos alunos deste e de outros cursos que estão enfrentando a instabilidade financeira. O projeto começa com um espaço virtual de divulgação no Instagram. Em paralelo, um site está sendo estruturado para a divulgação de cursos e eventos online. Conheça: instagram.com/move.consumo.ufrpe

No Bairro Tem! - Um site que o pequeno comerciante se cadastra gratuitamente e o consumidor da área metropolitana de Recife encontra o produto ou serviço que precisa. A plataforma é um projeto solidário desenvolvido por professores e estudantes do Departamento de Ciência da Informação da UFPE, em Pernambuco. Conheça: nobairrotem.com.br

Feira na Laje - O coletivo de economia criativa promove feiras e encontros na capital de Pernambuco e sempre promoveu pequenos empreendedores. Em seu perfil no Instagram reúne em um arquivo PDF (com link direto na bio) 50 pequenos comerciantes locais. Contato: instagram.com/feiranalaje

Ceará

Feira Agroecológica Benfica - A feira de orgânicos, cosméticos naturais e lanches veganos acontecia a cada 15 dias na Praça da Gentilândia, no bairro Benfica, mas diante da pandemia do coronavírus, suspendeu os encontros. A maneira que a comunidade encontrou para manter a interação dos consumidores e de pequenos produtores agrícolas e empreendedores locais foi criando um grupo de WhatsApp. Qualquer um pode fazer parte da comunidade. Contato: facebook.com/feiraagroecologicadobenfica

Pará

Afromap - Criado pelo coletivo Rede Paraense de Afroempreendedores articula uma conexão entre os diversos empreendedores afroamazônicos do estado criou o aplicativo Afromap (disponível apenas para Android), indicando a geolocalização de 170 empreendedores na região metropolitana de Belém e no estado do Pará. O mesmo coletivo é responsável pela primeira feira de empreendedorismo negro da cidade, o Festival Exu, que foi cancelado devido a quarentena, mas o perfil de Instagram do grupo se mantém na ativa. Conheça: Afromap e instagram.com/exufestival

Belém Trânsito - o perfil que tem 51 mil seguidores e fala sobre mobilidade urbana está anunciando gratuitamente nos stories o contato de pequenos empreendedores da capital. Conheça: instagram.com/belemtransito

Deveras Amazônia - A marca de geleias artesanais cria sabores únicos a partir dos frutos típicos da região amazônica - cacau, açaí e cupuaçu são alguns deles. Em seu perfil no Instagram, a Deveras faz posts promovendo outros pequenos negócios locais a fim de enfrentarem juntos a crise causada pelo isolamento social. Conheça: instagram.com/deveras_amazonia

Paraná

Fortalece CWB - Os interessados devem cadastrar seu negócio através de um formulário on-line, e a equipe de voluntários cria imagens com uma identidade visual e detalhes sobre os estabelecimentos — de todo tipo. Já são mais de 250 negócios cadastrados e 50 posts. Além de Curitiba, o modelo do Fortalece foi replicado em São Paulo, Porto Alegre, Goiânia, Jundiaí, Cajamar, ABC Paulista, São Luís, Aracaju, Belém, Brasília e chegou além-mar, na cidade de Porto. Conheça: instagram.com/fortalece.cwb

Liga na Causa - A Liga Emergencial de Pequenos Negócios está comercializando kits de 18 marcas de pequenos produtores locais a preços acessíveis, apenas com a margem de sobrevivência que manterá o negócio aberto durante o período da crise causada pelo coronavírus. Os produtos vão desde pão de fermentação artesanal a geleia, café e molhos em kits a partir de R$ 70 e pedidos realizados pelo site. Conheça: http://liganacausa.com.br

Goiás

Fome na Quarentena - Os pequenos restaurantes são alguns dos negócios que está em risco no período de isolamento social. Pensando nisso, três amigas criaram um perfil no Instagram para divulgar restaurantes que estão realizando delivery na região metropolitana de Goiânia. Nos posts, além de uma imagem do produto, já imprimem o contato e se está disponíveis nas plataformas de aplicativos de alimentação. Conheça: instagram.com/fomenaquarentena

Mãos em Movimento - A Secretaria Executiva de Cultura e Turismo de Aparecida de Goiânia, em parceria com artesãos locais, que tem tradição em artesanato, criou uma página em que os artistas possam expor suas peças disponíveis para venda e o preço, e o consumidor entre em contato direto e combinar a compra. Conheça: aparecida-artesanato.online/obras-dos-artistas

Minas Gerais

Produtores que entregam cestas orgânicas - A escritora e blogueira Carolina Dini lista em seu perfil no Instagram com indicações de pequenos produtores que não usam agrotóxicos. Conheça: instagram.com/cebolanamanteiga

Feira Hippie de BH - O perfil já buscava divulgar os contatos dos expositores da feira semanal de artesanato da cidade — que, por décadas, nunca foi cancelada. A primeira vez aconteceu devido ao isolamento social. Os organizadores passaram a divulgar os trabalhos dos artesãos também nos stories, para facilitar o contato direto com eles. Conheça: instagram.com/falafeiraoficial

Mercado Central de Belo Horizonte - O mercado municipal da capital mineira teve a iniciativa de reunir o contato das lojas que realizam delivery em seu perfil no Instagram. Contato: instagram.com/mercadocentralbh

#FiqueEmCasaBH - O mapa interativo indica, por bairro e tipo de produto, comércios que realizam entregas delivery. Contato: FiqueEmCasaBH.com.br

Rio Grande do Sul

Produtores agroecológicos com entrega e/ou encomenda - Por iniciativa própria, a estudante Márcia Reckziegel criou um arquivo online com o endereço das feiras agroecológicas e orgânicas da capital do Rio Grande do Sul e o contato dos pequenos produtores que passaram a realizar entregas e aceitar encomendas diante das medidas de isolamento social. "Entendo que o agricultor agroecológico exerce um trabalho fundamental, e quem consome esses alimentos deve se responsabilizar por essa rede também", diz. A lista de contatos e quais regiões atendem estão disponíveis para consulta pelo link.

Cooperativa Pão da Terra, Sattva + Família Hattori - As bancas fazem parte da Feira Agricultores Ecologistas que acontece aos sábados na avenida José Bonifácio, mas diante da necessidade de isolamento social também estão realizando entregas. O pedido mínimo é de R$ 50 e a taxa para bairros da região central de Porto Alegre é de R$ 15. Para outros bairros é preciso consultar o valor. Os pedidos devem ser feitos por telefone ou WhatsApp. A banca Sattva vende apenas produtos veganos. Contato: (51) 98304-2288 (Pão da Terra) / (51) 9574-0272 (Sattva)

Alimentos da Loja da Reforma Agrária de Porto Alegre - Reprodução Facebook.com/lojadareformaagraria - Reprodução Facebook.com/lojadareformaagraria
Alimentos da Loja da Reforma Agrária
Imagem: Reprodução Facebook.com/lojadareformaagraria

Loja da Reforma Agrária - Apesar o mercado público da cidade continuar aberto, as lojas têm autorização apenas para que o cliente compre e leve os pedidos, evitando a permanência no espaço. Os produtos são livres de agrotóxicos e produzidos em assentamentos da reforma agrária. Os pedidos devem ser feitos por telefone e os preços dos produtos são postados na página do Facebook da loja. Contato: (51) 99981-4837 / (51) 3023-4057. Conheça: facebook.com/lojadareformaagraria

Feira Vegana de Porto Alegre - Diante da impossibilidade de organizar a feira vegana que reúne orgânicos, refeições e doces veganos, a organização passou a postar em seu perfil no Instagram os parceiros e expositores que realizam delivery. Além disso, criaram um grupo no Facebook para aproximar clientes e empreendedores locais que seguem o veganismo. Conheça: instagram.com/feiraveganapoa

Girassol Comércio Justo e Consumo Consciente - A cooperativa reúne diversos parceiros oriundos de agricultura familiar. Os pedidos podem ser feitos pelo site ou pelo WhatsApp. Contato: 51 99966-5932

Em todo o Brasil

Hub Preto - O coletivo de produtores de conteúdo busca promover outros criativos e artistas negros. Diante da crise causada pela pandemia do Covid-19, o Hub Preto tem divulgado o trabalho de pequenos empreendedores e outros coletivos de pessoas negras de todo Brasil, tanto em posts no feed quanto nos stories. Conheça: instagram.com/hubpreto

CSA - Comunidade que Sustenta a Agricultura - Esse é um modelo de parceria entre produtores de orgânicos e consumidores. Um grupo de consumidores se compromete a apoiar agricultores pagando uma mensalidade fixa para que eles consigam se programar melhor nos cuidados com suas lavouras, em contrapartida, cada apoiador recebe semanalmente uma cota de alimentos em casa ou em algum ponto de retirada. A CSA está espalhada pelo Brasil todo — e os produtos são colhidos, geralmente, no mesmo dia da entrega. Para saber qual o contato da sua cidade, acesse o site csabrasil.org. Mas indicamos também o perfil da CSA Porto Alegre e a CSA Carioca da Organicamente, CSA Vitória e CSA Mato Grosso do Sul.

AbraceDaí - A Abraço Cultural é uma escola de idiomas diferente: ela capacita refugiados a ministrarem aulas do idioma nativo e sua cultura. Com sede em São Paulo e Rio de Janeiro, a Abraço se lança no mundo digital com aulas de árabe, inglês, espanhol e francês à distância para qualquer lugar do país, com a campanha #AbraceDaí. Conheça: abracocultural.com.br

Grupo de mães em encontro da rede Maternativa - Divulgação Maternativa - Divulgação Maternativa
Grupo de mães em encontro da rede Maternativa, criadora do Compre das Mães
Imagem: Divulgação Maternativa

Compre das mães - O perfil no Instagram funciona como uma vitrine para expor o trabalho de mães empreendedoras de todo Brasil. Vestuário, artesanato, doces, cosméticos naturais e diversos serviços. Conheça: instagram.com/compredasmaes

Adote uma livraria - Inspirada na iniciativa vista em cidades italiana, a Editora yiné lançou uma campanha que reverte 35% da renda de um título pelo site será revertido para livrarias independentes de diversas cidades do país. A lista das lojas eleitas estão disponíveis no site e também no Instagram da editora. Conheça: instagram.com/editora.ayine

Salve os pequenos - A Azulis, startup financeira de soluções, lançou no final de março uma plataforma 100% gratuita que conecta pequenos empreendedores de cidades com mais de 100 mil habitantes em todo Brasil. O comerciante precisa acessar o site e realizar um breve cadastro informando o tipo de produto ou serviço, quais regiões atendem e os dados para contato - o delivery é por conta do próprio empreendedor. Já são mais de 184 cidades cadastradas em todas as regiões do país e 1800 estabelecimentos, de padaria, beleza, eletrônicos e animais de estimação. Conheça: salveospequenos.com.br

Apoie Negócios Locais - O Guia Fácil criou a campanha para ajudar pequenos empreendedores durante o isolamento social e promover a importância da presença no universo digital. Criou um site da campanha com conteúdo informativo para apoiar o pequeno empresário nesse momento de crise, com isenção por três meses de taxas de anúncio. Conheça: apoienegocioslocais.guiafacil.com

Delivery Direto - A empresa oferece para o restaurante um site e serviço de delivery direto mediante o pagamento de uma mensalidade, em vez de cobrar percentuais por venda realizada. Conheça: site.deliverydireto.com.br

Bom pra todo mundo