PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Colunistas: Qual brasileiro começou melhor a Libertadores e qual foi pior

Arrascaeta comemora golaço pelo Flamengo contra o Vélez Sarsfield pela Libertadores - Juan Mabromata - Pool/Getty Images
Arrascaeta comemora golaço pelo Flamengo contra o Vélez Sarsfield pela Libertadores Imagem: Juan Mabromata - Pool/Getty Images

Do UOL, em Santos (SP)

23/04/2021 12h20

Resumo da notícia

  • Colunistas dizem qual brasileiro começou melhor a Libertadores e qual decepcionou
  • "Maior decepção foi Atlético Mineiro cruzando 60 bolas na área", opina Juca Kfouri
  • "A maior decepção, com folga, foi o Santos", analisa o colunista Milton Neves
  • Milly: "São Paulo começou arrebatador. Fla e Flu jogaram com muita personalidade"
  • Rodrigo Coutinho: "São Paulo foi o time mais sólido entre os brasileiros"
Classificação e Jogos

Os times brasileiros iniciaram a fase de grupos da Copa Libertadores 2021 com resultados bem variados. Enquanto três deles (Palmeiras, São Paulo e Flamengo) venceram suas partidas, dois (Inter e Santos) acabaram derrotados, enquanto outros (Fluminense e Atlético-MG) ficaram no empate.

Abaixo, relembre os resultados da estreia dos brasileiros na competição e veja as respostas da seguinte pergunta feita aos colunistas do UOL Esporte: Qual brasileiro começou melhor a Libertadores e qual decepcionou?

Santos perdeu sem dar um chute no gol contra um adversário mediano, na Vila Belmiro. São Paulo atropelou, fora de casa, um time que não perdia há 21 jogos. Para mim, são os dois destaques, com menção honrosa para o digníssimo empate do Fluminense, ontem, contra o River Plate.
ALICIA KLEIN

Flamengo começou melhor, por vencer o adversário mais forte de um grupo difícil fora de casa. Maior decepção o Santos. Perder na Vila sem finalizar no alvo não seria aceitável contra o Barcelona do Guardiola, que dirá de Guayaquil.
ANDRÉ ROCHA

Atlético-MG é a maior decepção. O time gastou até o que não podia e não passou do empate. O Flamengo foi o que melhor estreou com a vitória difícil fora de casa em cima do Velez.
DANILO LAVIERI

Quem venceu com mais autoridade foi o São Paulo, quem obteve os melhores resultados foram o Flamengo e o Fluminense e a maior decepção foi o Atlético Mineiro cruzando 60 bolas na área do La Guaira.
JUCA KFOURI

Quem começou melhor: Flamengo e São Paulo. O Flamengo ganhou o jogo mais difícil do grupo e o mais difícil que qualquer brasileiro tinha. E o São Paulo se impôs e deu sequência ao bom início de trabalho de Crespo. O pior resultado entre os brasileiros foi o do Santos, pelo desenho do grupo. Mas decepção mesmo foi o Atlético. Se olharmos o time que tem, o resultado, o adversário e o futebol apresentado, o Galo deixou muito a desejar.
JULIO GOMES

Santos, Inter e Atlético-MG decepcionaram. Os paulistas perderam em casa para o Barcelona jogando muito mal e num grupo com o Boca Juniors pode ser fatal para a classificação. O Galo e o Inter empataram e perderam, respectivamente, contra dois dos times mais fracos da competição e isso pode fazer falta lá na frente também. O São Paulo teve o melhor desempenho e isso é importante: além da vitória jogou muito bem.
MARCEL RIZZO

Flamengo foi o que se saiu melhor, apesar de seus problemas defensivos, pois encarou um adversário mais forte e venceu fora de casa, virando depois de ficas duas vezes atrás no placar, e concedendo ao Vélez apenas duas chances de gol, as que foram convertidas, mas criando o triplo. O pior foi o Galo, com uma sofrível atuação ante frágil oponente.
MAURO CEZAR

São Paulo começou arrebatador. Flamengo e Fluminense jogaram com muita personalidade. Atlético foi mal, mas não sei se podemos dizer que decepcionou porque jogou o mesmo tedioso Cucabol que tem jogado no estadual.
MILLY LACOMBE

Sem dúvidas, o São Paulo foi o que teve a melhor estreia na Libertadores. Aliás, o Tricolor paulista é o melhor time do futebol brasileiro neste início de temporada. Promete bater de frente com Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG. A maior decepção, com folga, foi o Santos contra o Barcelona do Equador. Inaceitável que o atual "campeão moral" da Libertadores jogue em casa e não consiga sequer sujar o uniforme do goleiro rival.
MILTON NEVES

Levando-se em conta o futebol apresentado, vejo a estreia do São Paulo como a melhor. Entre os brasileiros, o time comandado por Crespo foi o que conseguiu executar melhor e por mais tempo um eficiente plano de jogo. Santos e Internacional empatam no quesito decepção por conta do pouco que produziram.
PERRONE

Maior decepção, sem dúvida, o Santos. Mas Inter e Atlético Mineiro também ficaram aquém do esperado. Maior destaque, Flamengo, pela vitória contra um adversário argentino forte, jogando fora. São Paulo também estreou bem, mas diante de um rival mais fraco.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Pelos resultados, o Flamengo foi o melhor. Bateu o líder do Campeonato Argentino fora de casa e ganhou tranquilidade para o restante dos jogos dessa fase de grupos. O São Paulo também foi bem, conquistando uma vitória convincente. Entre as decepções, fico com o Galo, diante de um time venezuelano que fez apenas um jogo nessa temporada, e o Inter, que apesar de jogar na altitude, perdeu para um time fraquíssimo.
RODOLFO RODRIGUES

Certamente a maior decepção é o Galo. Uma atuação muito abaixo do que pode contra uma equipe de fato limitada e basicamente em pré-temporada. O São Paulo foi o time mais sólido entre os brasileiros. Palmeiras e Flamengo também mostraram força, e o Fluminense é a surpresa agradável.
RODRIGO COUTINHO

Flamengo foi o melhor: ganhou de um argentino duro, fora, com boa atuação do ataque. Foi seguido pelo São Paulo que vem se reafirmando. A pior estreia foi do Santos que perdeu de um Barcelona médio sem sequer dar um chute decente a gol.
RODRIGO MATTOS

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, o Inter perdeu o jogo de estreia na Libertadores.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL