PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Libertadores: Palmeiras sofre, mas vence com gol no último lance na estreia

Jogadores do Palmeiras comemoram gol contra o Universitario, em Lima, pela Libertadores - Getty Images
Jogadores do Palmeiras comemoram gol contra o Universitario, em Lima, pela Libertadores Imagem: Getty Images

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

21/04/2021 22h54

Classificação e Jogos

Atual campeão, o Palmeiras sofreu, mas venceu em seu retorno à Libertadores. Já com um jogador a menos em campo, o time bateu o Universitario (PER) por 3 a 2, no estádio Monumental de Lima, na capital do Peru, com um gol do zagueiro Renan literalmente no último lance da partida. Os primeiros gols haviam sido marcados por Danilo e Raphael Veiga, enquanto Enzo Gutiérrez anotou duas vezes para os peruanos.

Numa partida em que novamente oscilou, o Verdão chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas teve o zagueiro Alan Empereur expulso aos 20 minutos da segunda etapa. Os peruanos buscaram o empate logo depois: o primeiro gol de Gutiérrez veio justamente após a cobrança da falta que rendeu o vermelho ao defensor. O segundo gol veio três minutos depois, de pênalti.

O Palmeiras caminhava, assim, para o quinto jogo sem um trinfo, aquela que seria sua pior sequência sob o comando de Abel Ferreira. Mas o jovem zagueiro Renan, de apenas 18 anos, saltou muito no finalzinho para aliviar a pressão sobre o time, garantindo três pontos e a liderança do Grupo A. Na outra partida da chave, Defensa y Justicia-ARG e Independiente Del Valle-EQU empataram em 1 a 1.

O Verdão, em sua maratona, volta a campo nesta sexta-feira (23), às 20h, para enfrentar o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, em duelo válido pela sétima rodada do estadual. Pela Libertadores, a equpie enfrenta o Del Valle na próxima terça (27), em casa.

O melhor: Rony

O mais perigoso do Verdão durante toda a partida. Foi dele a jogada de fundo com penetração na área e toque na medida para Veiga marcar belo gol.

O pior: Alan Empereur

O Palmeiras tinha o jogo controlado e a vitórias nas mãos até que o zagueiro, que já estava amarelado, cometeu falta desnecessária, na lateral do campo, e foi expulso. Na cobrança, Gutiérrez diminuiu e animou os peruanos — que empatariam no lance seguinte com nova falta alçada na área e pênalti marcado em toque de Danilo.

Cronologia

Aos 20 minutos, Raphael Veiga cobrou escanteio, Empereur raspou no primeiro pau e o volante Danilo apareceu no segundo para empurrar para o gol e abrir o placar para o Palmeiras.

Na segunda etapa, aos 7 minutos, o zagueiro Luan inverteu a bola direto para a ponta esquerda com Rony. O atacante foi para o fundo e tocou para o meio, onde chegava Raphael Veiga, que bateu forte e estufou a rede peruana: Palmeiras 2 a 0.

O Universitario descontaria 13 minutos depois. Alan Empereur cometeu falta na lateral do campo, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Na cobrança, o centroavante Gutiérrez cabeceou com certa tranquilidade para diminuir. No lance seguinte, mais uma falta, dessa vez pelo outro lado do campo e, na cobrança, o árbitro marca toque de mão de Danilo: pênalti que Gutiérrez cobra firme e alto no centro do gol para empatar o jogo.

No último lance da partida, Scarpa cobrou escanteio e Renan apareceu na primeira trave para testar firme para o fundo do gol e dar a vitória ao Verdão.

O jogo do Palmeiras: Abel muda esquema tático

O português escalou o time em um 3-5-2. Com o time peruano atuando com linhas baixas, a zaga palmeirense, da qual Empereur foi o terceiro elemento, por diversas vezes atuou quase no meio-campo e avançou com a bola dominada procurando o passe vertical para quebrar as linhas. Foi com essa liberdade que Luan encontrou Rony do outro lado do campo no lance do segundo gol, marcado por Veiga. Com três defensores de origem, Danilo e Patrick de Paula atuaram com mais liberdade para chegarem ao ataque pelo centro.

Universitario faz primeira alteração a dois minutos do fim

Os peruanos jogaram durante praticamente 90 minutos com os mesmos 11 jogadores. A primeira alteração do técnico Ángel Comizzo veio apenas aos 43 do segundo tempo, e a segunda mudança logo depois, aos 44, para queimar relógio. Aos 47, veio a terceira. A estratégia não adiantou, já que o Verdão conseguiu vencer no último lance da partida.

FICHA TÉCNICA:

UNIVERSITARIO (PER) 2 x 3 PALMEIRAS
Competição: 1ª rodada do Grupo A da Copa Libertadores 2021
Local: estádio Monumental de Ate, em Lima (Peru)
Data: 21 de abril de 2021 (quarta-feira)
Horário: às 21h (de Brasília)
Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Assistentes: Pablo Llarena (URU) e Andres Nievas (URU)
VAR: Rodolfo Otero (ARG)
Amarelos: Quintero, Valverde, Barreto, Urruti e Alonso; Empereur (2), Felipe Melo (no banco), Danilo Barbosa e Patrick de Paula
Vermelho: Empereur
Gols: Danilo, aos 20 minutos do primeiro tempo, Raphael Veiga, aos 7 do segundo tempo, e Renan, aos 48 do segundo tempo; Gutiérrez, aos 20 e aos 23 do segundo tempo

UNIVERSITARIO: Carvallo; Corzo, Alonso, Quina e Valverde; Alfageme, Barreto (Murrugarra) e Novick (Guarderas); Quintero, Urruti e Enzo Gutiérrez (Valera). Técnico: Ángel Comizzo

PALMEIRAS: Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Alan Empereur; Marcos Rocha (Wesley), Danilo, Patrick de Paula (Gustavo Scarpa), Raphael Veiga (Danilo Barbosa) e Victor Luis (Esteves); Rony e Luiz Adriano (Renan). Técnico: Abel Ferreira

Palmeiras