PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo

Maio de 2020: astros pedem posicionamento mais responsável contra pandemia

Céu do mês: - Tookapic/Pexels
Céu do mês: Imagem: Tookapic/Pexels

Barbara Abramo

De Universa

01/05/2020 00h00

Em maio, Plutão, Júpiter, Saturno e Vênus retrógrados sinalizam a necessidade de avaliar com mais paciência e cabeça fria todas as decisões. É um movimento geral, que será sentido por todas as nações e em todos os cantos do planeta, com maior ou menor ênfase. No caso do Brasil, além dessa reavaliação geral, abrimos o mês com aspectos tensos envolvendo o governo.

Enquanto Vênus e Netuno estimulam distorções da realidade, as artes se beneficiam com uma boa onda de inspiração na primeira semana. Este aspecto, que acontece primeiro entre os dias 2 e 5 e depois entre os dias 19 e 22, também revela uma disseminação maior da pandemia, já que as pessoas estarão olhando a vida com "óculos rosados". Netuno é ótimo inspirador, mas também anuncia escapismo e irrealismo. Podemos viver momentos delicados, inclusive nas finanças. O irrealismo deve ser evitado a todo custo.

No dia 7 acontece a poderosa Lua cheia em Escorpião, que marca a iluminação de Buda e contrapõe ilusão e realidade. Escorpião é o signo da transmutação e da morte - palavrinha que assusta tanto no Ocidente, e que estamos vendo saltar diante dos nossos olhos nas últimas semanas. É uma lunação potente por destacar o Governo Federal e o executivo no Brasil. Oscilações, confrontos e crises estão no cardápio astral a partir de então.

Mercúrio, das palavras, promete agitar a sociedade com declarações e novas medidas entre os dias 7 e 11. Ao mesmo tempo, o planeta também traz boas notícias, inclusive no que diz respeito a descobertas científicas, inovações em tratamentos e medidas que prometem mais esperança. Com Júpiter ajudando, os investimentos em ciência e pesquisa ganham prestígio e destaque.

Muitas cartas serão jogadas na mesa no dia 11, quando diversos aspectos astrais importantes anunciam que problemas ficarão mais agudos, exigindo um posicionamento responsável e imediato. Mercúrio e Urano darão um rumo inesperado para conversas, acordos e tratativas entre poderes. Em gêmeos, o planeta da comunicação estará atuante, esclarecendo pontos obscuros. Por isso, começa uma fase de mais debates no Brasil, em que o espírito criativo do povo será evidenciado.

Além disso, Saturno retrógrado anuncia uma fase mais intensa de reavaliações. Até o fim de setembro, o planeta destaca temas como reestruturação de organismos ligados a sustentação dos estados, ativando também pontos delicados do mapa astral do Brasil, que afetam principalmente os povos destituídos de poder, marginalizados, cadeias, asilos, orfanatos, indígenas e todos que são colocados à margem das decisões sociais e políticas.

Segunda quinzena

Na segunda quinzena, temos como destaque os dias que vão de 14 a 18, quando decisões podem ser ótimas se tomadas pensando no bem comum. A minguante lunar em Aquário, no dia 14, traz um clima ainda mais reflexivo, colocando a população brasileira e seus interesses em primeiro plano como mola propulsora de mudanças. Ou seja, muita coisa pode ou não dar certo, do ponto vista social, se a população tomar as rédeas.

No dia 20, o Sol entra em Gêmeos focalizando as comunicações e os debates, além de reforçar o impacto das oposições políticas. A postura cautelosa e paciente em relação à pandemia, aqui no Brasil, ganha força após o sério aspecto de realismo e pé no chão que Sol e Saturno promovem entre os dias 21 e 23.

A Lua nova em Gêmeos, que acontece no dia 22, reforça ainda mais a comunicação entre os vários setores da população e da política. Mentiras, fofocas e fake news chegam com força, exigindo cabeça fria e realismo. Em compensação, entre 24 e 28, teremos boas notícias sobre ações e medidas inovadoras, assim como decisões inesperadas do Governo Federal.

Maio termina com Mercúrio entrando no emotivo e sensível Câncer, o que favorece a linguagem da arte e pode trazer movimentação em termos de saúde e educação. A Lua muda para sua fase crescente no dia 30, em Virgem, chamando os brios do Brasil e destacando mais uma vez o lado engenhoso, as pesquisas e as soluções inteligentes da ciência.

Horóscopo