PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral


Mercúrio e Vênus retrógrados vão mexer em amor e planos de vida: prepare-se

Canaltech
Imagem: Canaltech

Claudia Dias

Colaboração para Universa

16/01/2020 04h00

Que 2020 promete altos e baixos, a astrologia já anunciou — o ano, inclusive, será regido pelo Sol.

A numerologia também disse que vamos ter energia em dobro. O baralho cigano sugere muita positividade, o tarô prevê que será um ano do Imperador e o horóscopo chinês também mostra que 2020 será uma montanha-russa. Temos várias pistas disso. Mas não é só: o ano também vai ser impactos por efeitos provocados pela retrogradação de planetas. E isso será vivenciado em diferentes ocasiões, até dezembro.

Astrologicamente falando, a retrogradação é um movimento contrário ao deslocamento normal do planeta. Entretanto, não passa de uma ilusão de ótica, pois não significa que o planeta muda de direção e "vai para trás" — é apenas a forma que vemos tudo acontecer, a partir da Terra, que gera tal impressão.

Planetas e sua retrogradação em 2020

Segundo a astróloga Yara Vieira, do Astrocentro, as movimentações mais importantes de 2020 vão envolver Mercúrio, Vênus e Marte, além de Júpiter e Saturno, numa conjunção bastante especial.

Datas de Mercúrio retrógrado

Entra ano, sai ano, e basta Mercúrio adotar movimento retrógrado para todo mundo ficar em estado de alerta, imaginando só coisas ruins no período — o que não é de todo verdade, diga-se.

O planeta costuma ter seu fluxo alterado três vezes por ano, por cerca de 20 dias em cada ocasião.

De acordo com Yara, neste ano, Mercúrio ficará retrógrado entre 16 de fevereiro e 10 de março, 18 de junho e 12 de julho e 13 de outubro e 3 de novembro.

"Alguns planetas trazem mais impactos em nossas vidas pessoais que outros, como ocorre com Mercúrio, que é capaz de bagunçar todos os nossos planos por conta da sua energia contrária", comenta a astróloga.

De acordo com ela, as três retrogradações de Mercúrio são excelentes períodos para se reavaliar a própria vida. "As coisas vão fluir bem até esse momento, mas alguns obstáculos surgirão no período. Para fazer com que todos os objetivos continuem dando certo, é necessário refazer planos, se adaptar à nova energia e seguir o fluxo. Por isso é uma fase para repensar escolhas e planos", diz.

Vênus: vai mexer com lado pessoal

Os relacionamentos em geral devem ser afetados por Vênus retrógrado, movimento esperado entre os dias 13 de maio e 25 de junho. "Vai mexer com o lado pessoal de maneira bem poderosa", avisa Yara.

Vênus — que impacta em como desenvolvemos nossa vida amorosa — obviamente vai afetar nas coisas do amor. Nestes dias, será normal sentir alterações diretas nos relacionamentos, o que pede muito diálogo e sinceridade para resolver e evitar conflitos.

Não só nisso, o planeta retrógrado vai atingir as negociações, as vendas e as compras. "Ou seja, até no mercado financeiro Vênus é capaz de mexer, podendo trazer algumas conturbações para nossa vida", avisa Yara.

Dois conselhos da astróloga: quem trabalha em áreas que envolvam exposição para o público deve fugir de Mercúrio retrógrado para realizar eventos. Da mesma forma, quando não forem emergenciais, é melhor que cirurgias sejam adiadas até o fim do período, bem como procedimentos estéticos.

Retrogradação de Marte pode impactar ideias e projetos

O planeta Marte é responsável pela energia de cada pessoa, conforme explica Yara. "Está ligado à força de vontade e ao modo de lutar para conquistar o que desejamos. Quando fica retrógrado, digamos que muita coisa desanda na maneira como estamos acostumados que aconteça", compara.

Marte ficará retrógrado de 9 de setembro a 13 de novembro. Fora desse período, será mais complicado colocar em prática projetos e planos pessoais. "Esse acontecimento astrológico é capaz de impactar ideias e o desenvolvimento delas, por isso será uma fase bem complicada se não souber reestruturar planos para nadar junto à maré", antecipa.

É possível, ainda, que surjam momentos tensos na vida pessoal. Brigas e desentendimentos tendem a ser comuns. "Assim, é necessário ter muito equilíbrio para não perder a linha por qualquer bobagem. Melhor evitar situações que irritam ou podem trazer grandes conflitos para a vida", aconselha Yara.

Mais planetas em movimento

Não é só Mercúrio, Marte e Vênus que vão impactar com suas retrogradações.

Outros movimentos astrológicos também vão refletir na vida cotidiana, como explica a astróloga Virginia Gaia. "Toda retrogradação nos faz depurar temas relacionados ao planeta em movimento", pontua a especialista.

Veja o calendário de retrogradações de cada um dos planetas:

  • Plutão: 25/4 e 4/10. Plutão rege o inconsciente, a sexualidade, o ocultismo. É um planeta com energia coletiva, que mexe com grandes temas sociais. "Quando retrógrado, vai nos fazer rever como lidamos com aquela riqueza que está oculta, especialmente grandes fortunas. É momento de questionar questões relacionadas à sexualidade, ao poder, ao sexo, ao dinheiro e a outros temas ocultos. Também é hora de reprocessar algumas questões, como traumas e temas reprimidos", comenta Virginia.
  • Saturno: 11/5 a 29/9. Segundo a astróloga, a retrogradação de Saturno é importante, sobretudo neste ano, porque o planeta está domiciliado em Capricórnio, condição com viés mais conservador. "Antes de começar a retrogradação, em movimento direto, Saturno sai de Capricórnio e entra em Aquário e ali coincide com a retrogradação, o que faz com que Saturno retorne para Capricórnio, só ingressando novamente em Aquário em 2021", explica. Essa "passadinha" em Aquário será suficiente para dar o tom das grandes mudanças sociais do próximo ano, já que a energia aquariana é de revolução social. "Quando Saturno entrar em retrogradação, vai mostrar para onde estão indo as grandes transformações sociais, fazendo as pessoas repensarem o assunto", diz.
  • Júpiter: 14/5 a 12/9. A passagem de Júpiter por Capricórnio fará com que as pessoas reflitam sobre liderança. Ainda vai mexer com humor e empolgação diante de algo. "A retrogradação também faz a gente rever a relação com religião, com fé, assim como a influência da religião nas relações de poder e até na política", indica Virginia. No plano pessoal, Júpiter retrógrado pede para se equalizar a empolgação, a vontade e maneira de expandir algo. "É momento de repensar como estamos lidando com figuras carismáticas e no que estamos projetando nossa expectativa de liderança e de carisma", comenta. Assuntos jurídicos também serão afetados.
  • Netuno: 23/6 a 28/11. Planeta que lida com o inconsciente, associado principalmente a grandes sonhos, religiões de massa e fé desmedida, Netuno retrógrado vai despertar o pensamento sobre acontecimentos coletivos, já que é o regente dos movimentos de massa e dos grandes grupos movidos por um sonho comum. "É o planeta também ligado à caridade, à compaixão, à empatia e à espiritualidade. Quando retrógrado, todos esses temas devem ser revistos e repensados", aponta Virginia.
  • Urano: até 10/1 e de 15/8 a 14/1/21. Regente da internet, da tecnologia e dos grupos sociais (da vida real), Urano é o diferentão, a excentricidade em forma de planeta. Sua retrogradação fará todo mundo reconsiderar tais assuntos, trazendo à tona discussões sobre questões geracionais e coletivas, de transformação e inovação social. "É hora de questionar os grupos com os quais nos identificamos, quem são nossos amigos. É também tempo de repensar e resgatar coisas da nossa identidade, que nos fazem únicos, excêntricos", recomenda Virginia.

Mudança de "era" em 2020

Para o fim do ano espera-se um movimento que vai influenciar não apenas 2021, como toda uma "era", de acordo com Yara Vieira. Em 21 de dezembro, os planetas Saturno e Júpiter vão se movimentar para o signo de Aquário, ou seja, vão se encontrar numa mesma posição. Essa conjunção será o maior evento astrológico do ano.

"Tal movimentação trará mudanças drásticas em nossas vidas, pois até então estávamos vivendo uma forte influência de um ciclo em que os signos de terra tinham forças. Vamos começar um período com os signos de Ar guiando a energia da sociedade", esclarece a astróloga.

Para ela, tal cenário significa que uma nova era humanista, generosa e inovadora está para chegar.

"Tudo indica que será um período divisor de águas. O censo crítico social e político da sociedade irá evoluir em todos os níveis".

Alto Astral