PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo

Janeiro de 2020: adaptar-se às circunstâncias tornará tudo mais leve

Céu de janeiro de 2020 - Unsplash
Céu de janeiro de 2020 Imagem: Unsplash

Barbara Abramo

De Universa, em São Paulo

01/01/2020 00h00

A concentração planetária que marcará todo o ano de 2020 de forma profunda já está ativa em janeiro. Com Sol, Mercúrio, Júpiter, Saturno e Plutão unidos no conservador e ambicioso Capricórnio, o mês começa com um chamado ao foco no essencial da vida.

Trabalhar duro em prol de ambições e sonhos é uma ótima ideia. Não apenas em janeiro, mas por todo o ano. Capricórnio é o signo dos limites e das fronteiras, que se tornarão mais e mais fortalecidas durante 2020. Portanto, é tempo de estabelecer as prioridades e limites em todos os campos. O que você faz com seu tempo? Está estudando para aquela prova importante?

De janeiro em diante, os cuidados com o planeta e o excesso de consumismo também serão temas em alta. Todos vão entender que não está com nada ficar trocando frequentemente de roupa, objetos ou mesmo de pessoas. O que vai estar na moda é ter consciência, critério e pé no chão. Outro requisito essencial para 2020 é a resiliência. Saber se adaptar às circunstâncias tornará tudo mais leve.

O céu de janeiro

O primeiro mês de 2020 começa com uma Lua crescente em Áries, no dia 3. No mesmo dia, o astro da garra, Marte, entra no inspirado signo de Sagitário, movimentando viagens e trocas internacionais. Sol e Mercúrio em sintonia com Netuno nos primeiros dez dias sinalizam um bom momento para fé, expressões artísticas e musicais.

Apesar de as manchas de óleo terem afetado o litoral do Brasil, ao menos nos primeiros dias do mês pode-se esperar um grande movimento turístico nas praias. O que torna primordial que todos tomem cuidado com o risco de intoxicações. Já entre os dias 7 e 9, chuvas torrenciais trazem problemas. É bom ter cuidado nas estradas e nas encostas.

No dia 10, um eclipse em Câncer anuncia o fim de um ciclo ligado à administração pública ou privada. Por ser um eclipse lunar, espera-se o encerramento da atividade de alguém destacado em alguma dessas áreas. No mesmo dia, o astro da renovação, Urano, volta a se movimentar para frente, reforçando a ideia dos novos tempos e de mais cuidado com os recursos naturais. Pode também anunciar mudanças importantes no mercado internacional que trará, para o Brasil, reflexos na relação com empresas reconhecidas de longa data.

De acordo com os aspectos de Mercúrio e Sol, conectados a Saturno e Plutão entre 11 e 14, pronunciamentos, decisões e entrevistas terão impacto tanto na economia, quanto na política brasileira. No dia 13, Vênus, o astro da arte, do amor e da beleza, entra no compassivo e generoso Peixes, abrindo uma porta importante para o entendimento coletivo.

Especialmente entre 15 e 16, eventos bacanas prometem conectar tecnologia e arte, levantando o moral de todos no Brasil e no mundo. Serão dois dias ótimos para o Brasil.

Mercúrio, o astro da comunicação, entra no renovador Aquário no dia 16, onde transitará até dia 3 de fevereiro. Neste período, debates sobre prisões, asilos, hospitais e outros locais de internação estarão em alta. É possível que haja novidades sobre crimes importantes, com revelações que podem espantar parcelas da opinião pública.

No dia 17, a Lua minguante em Libra traz a necessidade de reflexão, acordo e entendimento. Afetando os planetas Saturno e Plutão, ela promete um chamado ao bom senso e à conciliação em nome de interesses gerais.

Com o Sol em Aquário a partir do dia 20, começa uma fase de destaque para os assuntos do povo. Problemas terão suas soluções apresentadas. Nos dias que vão de 22 a 24, alguma surpresa ou evento inesperado vem para acirrar ainda mais a necessidade de rever e mudar algo que afeta diretamente o brasileiro.

Entre 23 e 25, boas notícias trazem paz a setores ligados à arte, cultura e educação, com decisões mais favoráveis. Com Mercúrio envolvido, não faltarão debates acirrados. Já no dia 24, a Lua nova em Aquário abre um novo ciclo astral, reforçando o foco para a população brasileira, suas demandas e necessidades.

Os últimos cinco dias de janeiro refletem condições astrais mais tensas, com enganos, desorientação, fake news, fofocas e desentendimentos. Contudo, passarão rápido.

Horóscopo