Topo

Caso Gerson: nova audiência é marcada entre Flu e MPI; veja valores

Gerson comemora o gol com a camisa do Fluminense - Nelson Perez/Fluminense FC
Gerson comemora o gol com a camisa do Fluminense Imagem: Nelson Perez/Fluminense FC

19/09/2019 18h17

Sob o comando da juíza Flávia Justus, da 38ª Vara do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), aconteceu na tarde desta quinta-feira audiência de conciliação entre o Fluminense e "MPI S.À R.L.". O Tricolor sofreu uma penhora de R$ 11.823.396,30 referente a venda de Pedro para a Fiorentina, da Itália, atendendo a pedido da empresa que cobra uma dívida do Flu pela saída de Gerson, em 2015. Acordos foram propostos no encontro - o LANCE! teve acesso a ata de audiência e detalha a seguir.

A primeira proposta de acordo nesta audiência foi do Fluminese. O clube propôs pagar uma primeira parcela de R$ 1,5 milhão, com vencimento em até 90 dias, mais 34 parcelas mensais de R$ 189 mil. E, ao final, mais duas parcelas de R$ 537 mil, totalizando o montante de R$ 9 milhões - quase três milhões a menos do valor original da dívida referente ao percentual de 12,5% dos direitos do meia, até agora não repassado pelo clube aos empresários.

Já a MPI S.À R.L. fez duas propostas de acordo: uma entrada de R$ 1,5 milhão em 90 dias, mais duas cessões de crédito de 884 mil euros (cerca de R$ 4 milhões) no recebimento de cada parcela da venda de Pedro para a Fiorentina, nos anos de 2020 e 2021, com a obrigação do pagamento à empresa passando ser diretamente do clube italiano, sem o dinheiro passar pelo Fluminense. A segunda proposta seria o pagamento de R$ 3 milhões no ato, mais 36 parcelas de R$ 189 mil e ao final uma última de 246 mil, totalizando R$ 10,05 milhões.

As partes, apesar do encontro ter durado quase três horas nesta quinta-feira, não chegaram a um consenso. Com isto, a juíza responsável pelo caso marcou uma nova audiência de conciliação para às 14h30 do próximo dia 30. A expectativa nos bastidores entre os envolvidos é a de que, na oportunidade, o acordo seja confirmado e a penhora sobre a venda de Pedro para a Fiorentina, consequentemente, cancelada.

Confira a íntegra da ata da audiência:

"Aos 19 dias do mês de setembro de 2019, na sala de audiências deste Juízo, perante o Mm. Dra. FLÁVIA JUSTUS, ao pregão realizado às 14h30, verificando-se a presença da parte autora e da parte ré, ambas com os seus respectivos patronos. Foi proposto as seguintes composições:

1) Pelo executado: uma primeira parcela de R$ 1.500.000,00, com vencimento em até 90 dias; mais 34 parcelas mensais de R$ 189.000,00, ao final mais duas parcelas de R$ 537.000,00; totalizando o montante de R$ 9.000.000,00;

2) Pelo exequente:

a) uma entrada, de R$ 1.500.00,00 em até 90 dias, mais duas cessões de crédito de ¿ 884.000,00 (oitocentos e oitenta e quatro mil euros) no recebimento de cada parcela pela venda do jogador, uma em 2020 e outra em 2021, sendo o valor pago direto do Fiorentina para o credor;

b) uma segunda proposta seria o pagamento de R$ 3.000.000,00 no ato; 36 parcelas de R$ 189.000,00 e ao final uma última de 246.000,00, totalizando esta última R$ 10.050.000,00.

Pela MM Dr. FLÁVIA JUSTUS foi proferida a seguinte

DECISÃO: ficou estabelecido que será realizada audiência de conciliação em continuação para o dia 30/09/2019, às 14:30. Concedo a tramitação do processo como requerido em Segredo de Justiça, como requerido por ambas as partes."