PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Carnaval: 'Sem vacinação não vai ter desfile', diz presidente da Liesa

Melhores momentos do desfile da Mangueira - Júlio César Guimarães/UOL
Melhores momentos do desfile da Mangueira Imagem: Júlio César Guimarães/UOL

Do UOL, em São Paulo

27/08/2020 15h10

A realização do Carnaval de 2021 no Rio de Janeiro segue incerta, devido à pandemia do coronavírus. No entanto, Jorge Castanheira, presidente da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), disse que não há tempo hábil para preparação dos desfiles em 2021, além de ressaltar que a realização do evento dependa da disponibilização da vacina contra a covid-19.

"Não dá tempo de fazer um desfile em julho e outro em fevereiro do ano seguinte. Não tem como", afirmou Castanheira para a Veja Rio.

Ele e os representantes das escolas de samba devem tomar a decisão oficialmente em uma assembleia marcada para o fim de setembro.

O presidente da Liesa ainda disse que a realização dos desfiles, em qualquer data, depende da disponibilização da vacina contra a covid-19.

"Óbvio que sem vacinação disponível para a população não vai ter desfile, até porque não teremos autorização do poder público", disse.

O posicionamento de Castanheira é defendido por alguns representantes das escolas de samba, como Elias Riche, Presidente da Mangueira.

"Imagina se a gente faz o desfile e uns dias depois um monte de gente da escola adoece, morre? Eu nunca mais ia conseguir dormir. Sem vacina a gente não desfila", declarou para a publicação.

CarnaUOL