PUBLICIDADE
Topo

Blocos de Rua

Com 1 milhão de foliões, Ludmilla elege 'Verdinha' como tema do bloco no RJ

Michel Alecrim

Colaboração para o UOL, no Rio

25/02/2020 11h36

A passagem do Fervo da Lud pelo centro do Rio de Janeiro na manhã de hoje somou um público estimado em 1 milhão de foliões — de acordo com a Riotur, órgão da Prefeitura do Rio, esse já é o maior público do Carnaval carioca em 2020.

A música "Verdinha", que faz referência a uma misteriosa planta, foi o tema desta 3ª edição do bloco da Ludmilla, que reacendeu a polêmica usando e abusando da cor verde no seu look e também inspirando foliões com fantasias "verdinhas".

Tanto na letra quanto nas declarações da cantora não há referências diretas à maconha, mas essa interpretação tem gerado discussão nas redes sociais. "Fiquei loucona, chapadona", diz a letra da música apresentada duas vezes no bloco, com direito a disparos de fumaça verde sobre os foliões.

Ela chegou a interromper o show e pedir para o público cantar mais alto. "Tinha a impressão de que todo mundo sabia cantar. Quero saber se todo mundo sabe mesmo", pediu a cantora.

Ludmilla abriu os trabalhos com "Favela Chegou", parceria com Anitta. Depois, recebeu o cantor paulista Vitão, com quem cantou quatro músicas incluindo "Café".

O convidado também fez referência ao verde na roupa, que tinha emojis na cor tema do bloco. Até os seguranças do trio se jogaram nos looks esverdeados.

Mais segurança

Durante coletiva de imprensa antes do início do bloco, Lud garantiu que foram tomadas medidas pela organização do bloco em conjunto com a Polícia Militar para promover mais segurança e evitar tumulto como o do ano passado, quando mais de 200 pessoas saíram feridas do Fervo.

Silvana Oliveira, mãe da cantora, e a dançarina Brunna Gonçalves, mulher de Lud, ainda subiram no trio para acompanhar a funkeira.

O Fervo também contou com a participação do grupo de samba Vou Pro Sereno, com quem a funkeira embalou clássicos do samba e do pagode.

O Fervo de Lud fez jus ao nome. O sol forte na avenida Presidente Antônio Carlos esquentou a temperatura e acabou fazendo muitos foliões passarem mal. Os bombeiros precisaram socorrer diversas pessoas durante a passagem do trio e Lud ainda interrompeu o show para impedir que uma briga acontecesse.

Com pouco mais de duas horas de duração, Lud encerrou a apresentação ao som de "País Tropical", sucesso de Jorge Ben Jor.

Blocos de Rua