PUBLICIDADE
Topo

Simpatia é Quase Amor faz referências a Chico Buarque e Beth Carvalho

Bloco Simpatia é Quase Amor arrasta milhares de foliões em Ipanema, no Rio - Carlão Limeira/UOL
Bloco Simpatia é Quase Amor arrasta milhares de foliões em Ipanema, no Rio Imagem: Carlão Limeira/UOL

Colaboração para o UOL

14/02/2020 16h53

Com 36 anos de história, o bloco de rua Simpatia é Quase Amor, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, vai desfilar nos dias 15 (sábado) e 23 (domingo de Carnaval) a partir das 16h, com concentração na Praça General Osório.

O cortejo segue em direção à praia de Ipanema, dobra na Vieira Souto e vai até a altura do Country Club, no posto 10.

No repertório, além de marchinhas tradicionais, está o samba oficial do bloco para o Carnaval 2020, intitulado "Prazer, Sou Simpatia é Quase Amor", com referências a Chico Buarque e a Beth Carvalho (veja a letra abaixo).

Este ano, o Simpatia tem uma nova porta-bandeira, a musa da Mangueira Juliana Diniz, sobrinha de Leila Diniz.

Os organizadores do Simpatia sugerem aos foliões que usem amarelo e lilás, as cores do bloco, ou usem fantasias, como preferirem. "A rua é de quem quer estar na rua. Com respeito e muita alegria", diz na página oficial.

Como chegar? Recomenda-se ir de ônibus ou metrô, sendo que a estação mais próxima é a General Osório, das Linhas 1 e 4.

Bloco Simpatia é Quase Amor

Quando: Dias 15 e 23 de fevereiro, às 16h
Onde: Concentração na Praça General Osório , Ipanema

Samba 2020 - "Prazer, Sou Simpatia é Quase Amor"

Composição de Guilherme Sá, Janjão, Leandro Fregonesi, Beto Fininho, Eduardo Medrado, Tomaz Miranda e Mestre Penha.

Você que nunca viu o sol se pôr
Você que nunca entrou num botequim
Você que não bebeu e nem brindou
Você que não bateu um tamborim
Prazer, sou Simpatia é Quase Amor
A malandragem me conhece assim
Eu faço samba e amor até mais tarde
Quem é você pra querer mandar em mim?
Eu sou da rua, tenho a ginga da cidade
Eu sou quase amor
Eu sou paixão, poema, sou liberdade
Eu sou quase amor
O meu balanço vem ao som da bateria
Eu sou quase amor
A resistência contra a tirania
Chegou o Simpatia é Quase Amor
Fantasiei de amarelo e lilás meu coração
E despertei no meio desse turbilhão
Vais me pagar, pode chorar
Não põe hora no meu bloco... Vou festejar
Iemanjá, odoyá!
Oxóssi, okê! Okê!
Água de sal pra lavar
Na mata vou me benzer
Iemanjá, odoyá!
Oxóssi, okê! Okê!
Água de sal pra lavar
Benzer

Blocos de Rua