PUBLICIDADE
Topo

Claudia Leitte encara maratona e dor de barriga em bloco no Rio

Thiago Camara

Colaboração para o UOL, no Rio

09/02/2020 13h59

Passava um pouco das 23 horas quando Claudia Leitte encerrava seu show no palco do CarnaUOL, em São Paulo. Menos de 12 horas depois, ela já estava em uma nova apresentação, em outra capital. O desafio da vez era o trio do bloco Carnaval Square. Uma rotina na vida de uma cantora, mas uma "dor de barriga" para ela com as 120 mil pessoas que agitavam no centro do Rio de Janeiro.

A artista dormiu na capital paulista. Quando o relógio mostrava 10h15, Claudia começou a cantar "Saudade" e empolgar a multidão de fãs que esperavam ansiosos pela sua chegada desde às 7 horas, horário em que o bloco se iniciou. Para isso, ela apostou em um figurino inspirado no icônico "Rosie the Riveter" (Rosie, a operária), uma homenagem à força das mulheres.

Durante o bloco, Claudia foi várias vezes ao banheiro e não escondeu do público o que estava acontecendo.

"Estou com uma dor de barriga, que nem sei. Isso nunca me aconteceu na vida. Mas a presença de vocês me fortalece e me faz continuar. Vamos juntos?", explica.

Apesar da experiência, Claudia admitiu o nervosismo com o bloco, que, segundo ela, foi uma grande batalha. "Como é que eu posso dizer para as crianças do The Voice para ficarem calmas, se eu estou toda me tremendo aqui em cima. Eu sonhei e batalhei muito para ter esse bloco aqui no Rio", disse a cantora emocionada.

Os cariocas encararam um calor que passava dos 35 graus para cair no funk-axé. Em cima do trio, Mc Rebecca também cantou seus sucessos e encarou uma parceria na Dança do Caranguejo — para lá e para cá.

"Foi incrível! Nunca pensei que poderia cantar axé também. Estou muito feliz de estar dividindo esse trio com a Cláudia. Ela sempre foi uma inspiração para mim, como mulher, como mãe...", disse a funkeira.

Outra artista que esteve na festa foi Valeska Popozuda. "Claudia é maravilhosa. Rio de Janeiro a ama e ela está está aqui pra abrilhantar ainda mais nosso Carnaval", falou ao UOL.

A bateria da GRES Beija-flor de Nilópolis abriu o desfile do bloco Carnaval Square.

Antes de começar a cantar, no trajeto entre o carro que lhe trouxe do aeroporto e a entrada do trio, Cláudia falou com exclusividade ao UOL sobre sua expectativa para a estreia no pré- Carnaval do Rio.
"Vai ser golaço. Estou feliz", disse ela.

Como medida de segurança, a Polícia Militar do Rio de Janeiro revistou os foliões no acesso à rua Primeiro de Março, local em que os trios ficaram parados, antes de seguirem em direção ao Aterro do Flamengo. Não houve confusão e a dispersão do bloco ocorreu normalmente, ao meio dia.

CarnaUOL