PUBLICIDADE
Topo

Álbum de Marília Mendonça perde Grammy Latino para Chitãozinho & Xororó

Marília Mendonça, Maiara e Maraisa lançaram o projeto "Patroas" no Alianz Parque, em São Paulo - Leo Franco/AgNews
Marília Mendonça, Maiara e Maraisa lançaram o projeto 'Patroas' no Alianz Parque, em São Paulo Imagem: Leo Franco/AgNews

De Splash, em São Paulo

18/11/2021 22h28Atualizada em 19/11/2021 01h06

"Patroas", de Marília Mendonça, Maiara e Maraisa, foi derrotado na categoria "Melhor Álbum de Música Sertaneja" no Grammy Latino 2021. O vencedor foi o disco "Tempo de Romance", da dupla Chitãozinho & Xororó.

Anitta (que homenageou Marília Mendonça no palco durante o evento), Caetano Veloso, a dupla Anavitória, Ivete Sangalo e Duda Beat também concorreram na premiação realizada hoje nos EUA.

A dupla sertaneja celebrou o resultado em publicação no Instagram. "Aproveitamos para parabenizar os indicados à categoria, nossos colegas de trabalho e do sertanejo, em especial à eterna Marília Mendonça", diz a legenda da postagem.

A cantora sertaneja foi lembrada no discurso de Manuel Abud, um dos executivos da Academia Latina de Gravação, durante a abertura do evento.

"Proponho não deixar a tristeza ofuscar a celebração de hoje, convido todos a usarem essa cerimônia para celebrar Marília Mendonça e seu legado", disse durante o seu discurso na premiação.

Antes do início da cerimônia, Zeca Baleiro, Ivete Sangalo e Paulinho da Viola receberam prêmios em outras categorias nacionais. A dupla Anavitória foi premiada por duas vezes nas categorias "Canção em Língua Portuguesa", pelo single "Lisboa", e "melhor álbum pop contemporâneo" pelo trabalho em "Cor".

Caetano Veloso e o filho Tom receberam um dos importantes prêmios da noite. Eles venceram a categoria "Gravação do Ano" com a música "Talvez". A dupla não compareceu ao evento.

Expectativa para o Grammy Latino e nova turnê

Marília Mendonça, Maiara e Maraisa falaram, em coletiva de imprensa realizada no dia 5 de outubro (um mês antes da morte da cantora sertaneja), sobre a felicidade com que receberam a indicação do álbum "Patroas" ao Grammy Latino.

No evento, que aconteceu no Allianz Parque, estádio em São Paulo onde se apresentariam juntas em abril do ano que vem, o clima era de "já ganhou". As três cantoras demonstraram empolgação com a possibilidade de vencer o prêmio.

Além da indicação ao Grammy Latino, "Patroas" virou uma turnê que passaria, a princípio, por quatro capitais do Brasil. Apenas no show de São Paulo, 40 mil pessoas eram esperadas. Os ingressos ainda estão à venda, mas, segundo a assessoria de imprensa, ainda não há uma definição sobre os shows e se Maiara e Maraisa assumirão sozinhas a turnê.

Marília Mendonça já tem um Grammy Latino de "Melhor Álbum de Música Sertaneja" pelo trabalho em "Todos Os Cantos", de 2019. A cantora morreu no dia 5 de novembro aos 26 anos após sofrer um acidente aéreo em Piedade de Caratinga, Minas Gerais.