PUBLICIDADE

Topo

Horóscopo

Outubro de 2020: mês recheado de aspectos astrológicos desafiadores

Céu de outubro de 2020 - Kristopher Roller
Céu de outubro de 2020 Imagem: Kristopher Roller

Barbara Abramo

De Universa

01/10/2020 00h00

O fogo que incendeia as matas do Brasil tem tudo a ver com Marte em Áries. Com outubro iniciando com os clarões quentes que queimam nossos corações, podemos aguardar mudanças rápidas, crises e impasses. No mínimo, será um mês movimentado.

A Lua cheia em Áries eleva a temperatura não somente nas matas, mas nas iniciativas políticas, nos negócios e empreendimentos. Marte é um astro ligado ao impulso por si só, em Áries, isso se expande trazendo coragem. No entanto, com o planeta retrógrado, essa energia deverá ser usada para rever projetos em andamento e ideias mais arriscadas. Tudo aquilo que tem a ver com a palavra empreendimento passará por revisões profundas, inclusive de estruturação e burocracias. Afinal, até o dia 9, Saturno forma quadratura com Marte.

Ainda bem que contamos com Júpiter em sintonia com Netuno por quase todo o mês, inspirando visão ampla, esperança, fé, confiança no invisível e avanços na medicina e cuidados com a saúde. Podemos aguardar boas notícias no campo da ciência. Novidades sobre as vacinas, quem sabe? Ficamos na torcida!

A partir do dia 13 e até o dia 5 de novembro, o astro da comunicação e das encruzilhadas, Mercúrio, retrograda. Neste signo de pesquisa e investigação, o astro anuncia retomada de caminhos científicos que foram abandonados nos meses anteriores. Escorpião é um signo de transformação, morte e finanças coletivas - campos que também estarão em revisão, passando por mudanças rápidas e atualizações. Novos entendimentos sobre tudo isso são esperados. No mais, aguardemos a influência da retrogradação nas campanhas eleitorais. Golpes baixos, brigas e trapalhadas estão no cardápio astral.

Por ser um mês recheado de aspectos planetários desafiadores, não dá para esperar tranquilidade ou controle. Urano, o astro do inesperado, é tensionado por Mercúrio retrógrado em Escorpião. A promessa é de altos e baixos, inclusive em pronunciamentos oficiais. No Brasil, o foco das oscilações serão educação, ensino, estradas, locomoções e os trabalhadores desses setores.

Uma boa notícia: Vênus em Virgem promete boas novidades sobre o meio ambiente entre os dias 8 e 12, período que também é interessante para as artes e artistas do Brasil. A janela astral também pode beneficiar as finanças nacionais e deve ser aproveitada. Já a partir do dia 16, Vênus forma aspecto positivo com Júpiter, favorecendo o mercado imobiliário e as relações comerciais. Também no dia 16, a Lua nova em Libra favorece a busca por equilíbrio, elevando a força do Legislativo e Judiciário a partir de então.

Promessas? Esqueça-as. Marte e Júpiter em tensão anunciam, até o dia 26, uma grande vontade de prometer mundos e fundos, ao mesmo tempo em que há uma grande incapacidade de cumprir com isso. Nos setores financeiro e empresarial, não é uma boa notícia. As expectativas, altas demais, serão frustradas com resultados pífios. Ainda assim, não adianta pisar no acelerador, só faria o barco afundar ainda mais.

No final de outubro, um pouco de alívio! Vênus entra em Libra, trazendo um pouco de paz para as campanhas políticas e também para as finanças brasileiras. O Sol ingressa em Escorpião no dia 22, lançando luz sobre o Governo Federal, que estará em destaque total. Pode ser uma ocasião de mais desafios ao Poder Executivo.

Outubro termina com a Lua cheia em Touro, no dia 31. Será uma Lua bastante explosiva, aliás, pois Urano acionará tensões no campo agrário, na educação e nas estradas. Há riscos de acidentes, inclusive. Além disso, o dia 31 traz Mercúrio em tensão a Plutão, um aspecto que evoca pressões comerciais, ultimatos e manipulações. Haja coração!

Horóscopo