PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras goleia o Internacional e está na final do Brasileiro Feminino

Atacante Chú marcou dois e carimbou a vaga do Palmeiras para a final do Brasileiro Feminino - RICHARD DUCKER/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Atacante Chú marcou dois e carimbou a vaga do Palmeiras para a final do Brasileiro Feminino Imagem: RICHARD DUCKER/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

05/09/2021 12h54

Classificação e Jogos

O Palmeiras está na final do Campeonato Brasileiro Feminino A1 pela primeira vez. No Allianz Parque, a equipe paulista bateu o Internacional nessa manhã deste domingo por 4 a 1. Chú marcou duas vezes, e Maria Alves e Katrine fizeram os outros dois. Mileninha foi a responsável por fazer o gol de honra das coloradas.

Vale lembrar que a vantagem já era alviverde depois da vitória de 1 a 0 no jogo da ida, no Beira-Rio. Agora, as palestrinas aguardam o time vencedor da segunda semifinal. Também neste domingo, às 20h, o Corinthians recebe a Ferroviária na Arena Barueri e está com um pé na decisão. Na ida, a equipe venceu dentro da Fonte Luminosa por 3 a 1 e agora pode até perder por um gol de diferença.

Chú volta a marcar na decisão

Autora de um golaço na partida da ida, a atacante Chú voltou a se destacar com mais um gol. O Inter começou bem a partida e buscou as primeiras finalizações, mas foi o time alviverde que surpreendeu saindo na frente. Na primeira chegada, Chú recebeu de Júlia Bianchi dentro da área e tocou na saída da goleira Vivi. 1 a 0 Palmeiras. Precisando virar para pelo menos levar a decisão para os pênaltis, o Inter sentiu muito o gol sofrido no início e demorou para se reencontrar na partida. Somente nos últimos 15 minutos da etapa final que o confronto voltou a ficar mais equilibrado, com boas chances de gol para os dois lados.

Inter empata o jogo, mas tem zagueira expulsa

O técnico Maurício Salgado fez duas alterações para o segundo tempo e viu as mexidas surtirem efeito. Vice-artilheira do time, Mileninha entrou em campo e foi presenteada com um passe espetacular de Shashá dentro da área. A atacante tocou na saída de Jully e deu a injeção de ânimo que o Inter precisava. O problema foi que, quatro minutos mais tarde, a zagueira Sorriso parou o contra-ataque palestrino e recebeu o vermelho direto. Banho de água fria para as coloradas que ficaram com uma a menos faltando ainda mais de meia hora de jogo.

Palmeiras deslancha e carimba vaga com goleada

Apesar de não ter feito gol, a volante Júlia Bianchi foi um dos maiores destaques no jogo. Impecável nos passes, praticamente todas as criações do Palmeiras passavam pelos pés da jogadora. Não à toa, Júlia teve participação no segundo gol palestrino. A capitã Agustina esticou a bola longa no lado direito do campo, Júlia limpou a jogada e cruzou para a área. No rebote da goleira Vivi, a bola ficou limpa para Maria Alves recolocar o Verdão na frente.

Superior tecnicamente e com uma jogada a mais, ainda deu tempo de o Palmeiras construir uma goleada no Allianz. Pouco depois do segundo gol, Maria Alves apertou a marcação, roubou a bola e presenteou Chú. Para fechar a conta, Ottilia saiu do banco, disparou pela esquerda e sofreu pênalti. Katrine converteu a cobrança e fechou a conta da semifinal. 4 a 1 placar final.

PALMEIRAS 4x1 INTERNACIONAL

Motivo: Semifinal do Brasileiro Feminino A1 (jogo de volta)
Data/Hora: 05/09/2021, às 11h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitra: Charly Wendy Straub Deretti (SC)
Assistentes: Gizeli Casaril (SC) e Deise Genoefa Bellaver (SC)
VAR: Regildenia de Holanda Moura (SP)

GOLS: Chú, 6'1ºT (1-0); Mileninha, 13'2ºT (1-1); Maria Alves, 23'2ºT (2-1); Chú, 30'2ºT (3-1); Katrine, 37'2ºT (4-1)
Cartões amarelos: Carol Baiana (PAL), Isa Haas (INT)
Cartão vermelho: Sorriso (INT).

PALMEIRAS: Jully; Agustina, Thaís e Camilinha (Rafa Andrade); Bruna Calderán, Júlia Bianchi (Tainara), Duda Santos (Dandara), Carol Baiana e Katrine; Maria Alves e Chú (Ottilia). Técnico: Ricardo Belli.

INTERNACIONAL: Vivi; Leidi, Bruna Benites, Sorriso e Ariane Cabrera (Thessa); Isa Haas, Ximena (Mileninha), Mariana Pires (Fabi Simões) e Djeni; Wendy (Maranhão) e Shashá (Duda Flores). Técnico: Maurício Salgado.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado anteriormente, o responsável pelo VAR na partida foi Rodrigo Dalonso Ferreira (SC), não Regildenia de Holanda Moura (SP). O erro foi corrigido.

Futebol