PUBLICIDADE
Topo

Bichos

Tudo o que você precisa saber para cuidar do seu pet

Estudo diz que assistir vídeos de bichos fofos reduz estresse e ansiedade

Cachorrinho sósia de Salvador Dali é usado para campanha de adoção - Hearts and Bones Rescue/Facebook
Cachorrinho sósia de Salvador Dali é usado para campanha de adoção Imagem: Hearts and Bones Rescue/Facebook

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/09/2020 16h06

Você provavelmente já percebeu que seu dia fica mais leve e agradável depois de assistir um vídeo de algum cachorrinho ou gatinho fofo, certo? Um cãozinho correndo e pulando ou um gatinho brincando com uma bolinha tira um sorriso até do mais carrancudo leitor. Mas agora essa impressão é respaldada por um estudo científico.

A Universidade de Leeds, no Reino Unido, realizou um estudo em parceria com a Western Australia Tourism e encontrou evidências que comprovaram que estes momentos de distração diminuem o estresse e a ansiedade das pessoas.

A pesquisa mostrou que assistir os vídeos dos animais por 30 minutos por dia é o suficiente para diminuir a pressão arterial, a frequência cardíaca e a ansiedade.

"Colocamos gatinhos, cachorrinhos, gorilas bebês, quokkas. Você sabe, o tipo de coisa que a gente espera nesses vídeos", contou Andrea Utley, professora associada da Universidade de Leeds, à CNN.

Caso você não conheça o quokkas, faça uma busca e tente não perder alguns minutos admirando o bichinho, considerado o animal silvestre mais feliz do mundo.

O estudo foi baseado em sessões realizadas com 15 alunos e quatro professores da própria universidade, e o período escolhido foi justamente o das provas finais, quando os estudantes estão no pico de estresse e ansiedade. Segundo Utley, os alunos deram preferência para vídeos a imagens estáticas.

Portanto, use esta matéria para mostrar que ficar alguns minutos rolando o feed das redes sociais em busca de vídeos fofos não é perda de tempo. Aliás, aproveite e assista alguns abaixo: