PUBLICIDADE

Topo

O poder dos alimentos

Seu prato torna sua vida mais saudável


O poder dos alimentos

Sofre com os sintomas de artrite? Veja alimentos que reduzem as inflamações

Dieta Mind 3 salmão - iStock
Dieta Mind 3 salmão
Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração para o VivaBem

27/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • A artrite é uma doença que causa inflamações nas articulações
  • Alguns alimentos podem aumentar as inflamações do organismo. Por outro lado, há alimentos que controlam o processo inflamatório do corpo
  • Consumir peixes, gengibre, alho, nozes, brócolis, alho e azeite faz bem para quem tem a artrite
  • O açúcar, o sal, os carboidratos refinados e o leite devem ser evitados

A artrite é uma doença que causa inflamações nas articulações (ou juntas) —estruturas responsáveis pela conexão entre os ossos com as cartilagens. A prevalência da doença é cerca de 1% da população, por isso, estima-se que no Brasil há aproximadamente dois milhões de pessoas com artrite.

Há diversos tipos de artrite e esse problema de saúde causa dores e rigidez nas articulações. Pode também limitar os movimentos, proporcionar inchaços e vermelhidão na pele. A mais comum é a reumatoide, que é autoimune e atinge as articulações das mãos e pés, tornozelo e joelhos. Há também a osteoartrose que provoca a degeneração da cartilagem articular, hipertrofia óssea e dor ao se movimentar.

Por ser uma doença inflamatória, muitos alimentos que são incluídos na dieta podem tanto aumentar os sintomas da artrite quanto amenizá-los. Isso se deve à ação de seus nutrientes, principalmente alguns tipos de gorduras e vitaminas, que desencadeiam processos inflamatórios no organismo —ou quebram este processo.

Portanto, adotar uma dieta rica em alimentos anti-inflamatórios pode ajudar as pessoas que já apresentam a doença ou têm propensão a desenvolvê-la. É importante ter uma alimentação balanceada com a finalidade de reduzir a inflamação. É necessário também controlar a obesidade, pois o peso em excesso sobrecarrega a articulação, aumentando a inflamação. E, além da dieta, em muitos casos, as pessoas com artrite necessitam de um tratamento medicamento para evitar os danos nas articulações.

A seguir, destacamos alguns alimentos importantes para evitar ou diminuir a inflamação nas articulações. A lista foi elaborada por Levi Jales Neto, reumatologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo; Brigitte Olichon, nutricionista e professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase); Ricardo Teixeira Di Rienzo, endocrinologista do Hospital Santa Catarina; Tarcila Campos, nutricionista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; e Mariana Tiemi Golgatti, nutricionista da Estima Nutrição.

Coloque no prato

iStock
Imagem: iStock

Peixes de águas profundas
Consumir peixes de águas profundas com frequência ajuda a diminuir a inflamação causada pela artrite. Isso ocorre devido à presença do ômega 3, que interfere nas células imunológicas e enzimas responsáveis pela resposta inflamatória do organismo.

Pesquisas comprovaram que pessoas que comem regularmente peixes ricos em ômega 3 têm menor probabilidade de desenvolver artrite reumatoide. E quem possui a doença e consome peixes regularmente tem os sintomas reduzidos, como menos inchaço e dores nas articulações.

Além disso, os peixes possuem vitamina D e há estudos que relacionam a falta desse tipo de vitamina com o surgimento de artrite reumatoide. Invista em peixes como salmão, sardinha e truta.

iStock
Imagem: iStock

Alho
O alho é muito mais do que um tempero! O alimento que faz parte de diversas receitas possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a diminuir as crises de artrite. Sabe-se que o alho possui fitoquímicos que diminuem a resposta inflamatória do organismo. Além disso, o alho também tem ação antioxidante, ou seja, retira do corpo os chamados radicais livres, que estão associados a diversos mecanismos inflamatórios.

iStock
Imagem: iStock

Gengibre
O gengibre é considerado um poderoso alimento anti-inflamatório por conter gingerol. Por isso, ajuda na redução de diversos tipos de dores, como as que surgem com a artrite. O alimento possui componentes que ajudam a bloquear substâncias que promovem a inflamação no corpo.

Um estudo divulgado na publicação científica Arthritis & Rheumatology, mostrou que o extrato de gengibre foi eficaz em diminuir a dor de 261 pacientes que sofriam de osteoartrite no joelho. Já na artrite reumatoide, que é uma doença autoimune, o gingerol também atua diminuindo ou inibindo a ação de células do sistema imunológico que desencadeiam o processo inflamatório. O gengibre também potencializa os efeitos dos medicamentos anti-inflamatórios.

iStock
Imagem: iStock

Brócolis
Comer brócolis também é recomendado para quem sofre com a artrite. O vegetal ajuda a reduzir as inflamações do organismo e possui sulforafano, que é uma substância que diminui a presença de algumas enzimas que são benéficas para a cartilagem. O alimento também é rico em uma substância chamada quercetina, que tem ação antioxidante e também elimina do organismo os radicais livres que promovem a resposta inflamatória.

iStock
Imagem: iStock

Nozes
Esse tipo de oleoginosa possui ômega 3, o que contribui para diminuir a dor de pessoas com artrite. Consumir nozes reduz uma proteína ligada ao aumento de inflamações. Uma pesquisa divulgada na publicação científica Arthritis & Rheumatology comprovou que a suplementação com ômega 3 diminuiu a dor e reduziu o uso de medicamentos para artrite reumatoide.

iStock
Imagem: iStock

Espinafre
Da mesma forma que o brócolis, o espinafre tem ação antioxidante e é rico em vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo. Vale destacar a presença da vitamina A, E e selênio, que melhoram o sistema de defesa e reduzem a atividade inflamatória do corpo.

iStock
Imagem: iStock

Uvas
As uvas roxas são ricas em uma substância chamada resveratrol, potente antioxidante. Essa substância atua na inibição da cascata de reações inflamatórias e, também diminui a resposta imune na artrite reumatoide. Ela também previne o espessamento das articulações associadas à artrite.

iStock
Imagem: iStock

Azeite
O azeite de oliva é uma excelente fonte de gordura ômega 9, que tem ação benéfica em componentes do sistema imunológico, agindo na diminuição dos efeitos inflamatórios. O alimento é rico em gorduras monoinsaturadas e contém compostos ativos que estão associados à redução dos danos articulares causados pela artrite reumatoide.

Melhor evitar

iStock
Imagem: iStock

Açúcar
O açúcar, além de aumentar o peso e enfraquecer o sistema imunológico, mantém o estado inflamatório prolongado do corpo, principalmente em doenças autoimunes como a artrite reumatoide. Além disso, sabe-se que as pessoas com artrite reumatoide que usam medicamentos corticoides aumentam a predisposição a desenvolver diabetes, o que pode ser evitado ao ser adotar uma dieta com controle do açúcar.

iStock
Imagem: iStock

Sal
Em excesso, o sal pode piorar a artrite, por isso uma das estratégias para auxiliar no tratamento é limitar o consumo. O sal potencializa a produção de um tipo de células, que em excesso pode entrar em conflito com o organismo e desencadear doenças autoimunes.

Vale lembrar que os alimentos ricos em sódio incluem enlatados, sopas prontas, temperos e caldos industrializados, embutidos, margarina, conservas e salgadinhos prontos. Outra questão importante é que alguns medicamentos podem levar à retenção de líquidos e o consumo de sal agrava o quadro.

iStock
Imagem: iStock

Carboidratos refinados
Assim como ocorre com o açúcar, os carboidratos refinados, como doces e massas, podem aumentar o peso e agravar o processo inflamatório do organismo. Por isso, quem tem artrite precisa consumir esse tipo de alimento com bastante moderação.

VivaBem no Verão - 2ª edição

O VivaBem está no litoral norte paulista com o VivaBem no Verão. São dois espaços na Riviera de São Lourenço com diversas opções da atividades físicas, lazer, cultura e comidas para você curtir o calor com a família ou os amigos. Saiba mais sobre o evento aqui e venha nos visitar!

Data: de 26 de dezembro de 2019 até o dia 09 de fevereiro de 2020, de quinta a domingo
Horário de funcionamento: das 9h até as 13h (praia) e das 17h até a 1h (arena)
Endereço arena: Av. Riviera, s/n, próximo ao shopping - Bertioga (SP)
Local do espaço na praia: canto direito da praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: Gratuita

O poder dos alimentos