Topo

O poder dos alimentos

Seu prato torna sua vida mais saudável


O poder dos alimentos

Está com enjoo? Veja alimentos que podem ajudar a reduzir as náuseas

iStock
Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração para o UOL VivaBem

26/07/2019 04h00

Resumo da notícia

  • As náuseas são desconfortos que dão a sensação de querer vomitar e surgem por diversos motivos
  • Alimentos como gengibre, água, banana e frutas cítricas contribuem para diminuir esse sintoma
  • Consumir cafeína, açúcar e derivados do leite aumentam as náuseas e devem ser evitados

As náuseas causam um desconforto no estômago e a sensação de querer vomitar. As razões para que esse sintoma apareça podem variar --algumas pessoas podem sentir náuseas devido ao movimento (viagens), por realizar alguns tipos de tratamento como a quimioterapia, devido a efeitos colaterais de alguns medicamentos e também durante a gestação.

Em alguns casos, o jejum prolongado pode causar o desconforto. E algumas doenças como enxaqueca, viroses, gastroenterite viral ou intoxicação alimentar podem provocar as náuseas. Há casos de pessoas que sentem enjoo devido a certos odores ou por causa do estresse emocional, quando estão ansiosas ou sentem medo.

Por isso, é importante sempre procurar um médico em caso de náuseas e vômitos para diagnosticar o motivo do sintoma. Identificar a origem da náusea é o primeiro passo para ter um tratamento correto. Mas sabe-se que alguns alimentos contribuem para diminuir as náuseas, enquanto outros podem piorar a sensação de enjoo e mal-estar.

Pensando nisso, conversamos com especialistas para indicar quais alimentos devem ser ingeridos ou evitados para afastar as náuseas. A lista foi elaborada por Cristiane Zago Zacari, coordenadora do curso de Nutrição do Centro Universitário FMU (Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas); Luciana Vieira Neves, coordenadora de nutrição dos hospitais Vitória e Samaritano (RJ); Juciara Jardim, nutróloga do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Natália de Oliveira Bregion, nutricionista do Hospital Santa Cruz. Veja detalhes a seguir.

Coloque no prato

iStock
Imagem: iStock

Gengibre
O gengibre age no sistema nervoso central e provoca um relaxamento no trato gastrointestinal diminuindo assim as náuseas. Pesquisadores da Universidade de Zurique (Suíça) comprovaram por meio de um estudo que o alimento previne enjoos em viagens longas. Para chegar a essa conclusão, foram avaliadas mais de 1400 pessoas. O gengibre também reduz as náuseas provocadas durante a gravidez, mas nesses casos deve ser usado com muita cautela e recomendação médica. E o alimento também contribui para diminuir o sintoma de quem está fazendo quimioterapia. O gengibre pode ser consumido sob a forma de chá, suco ou em pequenos pedaços (raiz).

iStock
Imagem: iStock

Nozes
As nozes são ricas em fibras, o que melhora as náuseas. Além disso, esse alimento possui proteína que ajuda a reabastecer a energia e afastar o desconforto. Mas, essa oleaginosa deve ser consumida com cautela --no máximo cinco por dia, pois em excesso podem causar um efeito contrário, ou seja, aumentar os enjoos.

iStock
Imagem: iStock

Banana
A fruta possui diversos nutrientes importantes para o organismo. Entre eles, merece destaque a piridoxina, mais conhecida como vitamina B6 que atua contra a náusea, inclusive é recomendada para os enjoos sentidos durante a gestação. As vitaminas do complexo B aumentam a produção de sucos digestivos facilitando a digestão. A nanica e a maçã são as mais recomendadas para diminuir as náuseas devido à quantidade de fibras presentes em sua composição. Além disso, por ser um alimento macio reduz a possibilidade de contração do estômago, que pode causar o vômito.

iStock
Imagem: iStock

Frutas cítricas
As frutas cítricas como limão e laranja apresentam uma quantidade considerável de ácido fólico e vitamina B9 que favorece o esvaziamento gástrico por meio da produção de ácidos digestivos. Elas oferecem um alívio imediato, pois a acidez dessas frutas diminui a salivação. E diminui a sensação de boca seca, que vem acompanhada da náusea.

Istock
Imagem: Istock

Chás sem cafeína
Há vários tipos de chás que auxiliam no processo de melhora dos enjoos e náuseas. Uns aceleram o esvaziamento gástrico, outros ajudam na quebra da gordura facilitando a digestão. Os mais indicados para quem sofre de náuseas são: boldo-do-chile, hortelã, gengibre, camomila, erva doce, alecrim e carqueja.

Istock
Imagem: Istock

Alimentos secos
Alimentos mais secos, como biscoitos, torradas, bolachas e pães ajudam a combater o aumento da produção da saliva que ocorre durante a náusea. O aumento de salivação é muito comum em pacientes que apresentam esse desconforto. Além disso, são fontes de carboidratos de fácil absorção e têm o sabor neutro, o que ajuda a diminuir a vontade de vomitar.

iStock
Imagem: iStock

Água
Beber água reduz a pressão no estômago, diminuindo a ocorrência de refluxos, que muitas vezes são os responsáveis pelas náuseas. Além de diminuir o sintoma, o consumo de água evita a desidratação. Porém, ela deve ser ingerida de preferência gelada e em pequenos goles. É importante ressaltar que a ingestão de grande quantidade de água pode distender o estômago e piorar o quadro de náuseas e vômitos.

Melhor evitar

iStock
Imagem: iStock

Cafeína
Café, chá preto e chá mate contêm uma quantidade considerável de cafeína. Essa substância age relaxando o esôfago e estimula a acidez estomacal, contribuindo para o quadro de refluxo. Sendo assim, leva a uma piora das náuseas e vômitos. No caso de gestantes, o odor ou gosto acentuado do café pode causar aumento do desconforto.

iStock
Imagem: iStock

Açúcar
Consumir açúcar refinado em excesso retarda o esvaziamento gástrico e assim contribui para a piora dos enjoos. É bastante comum o desconforto após o consumo de doces. Isso ocorre porque na preparação desses alimentos são usadas muitas gorduras e doses extras de manteiga, creme de leite e açúcar que provocam o mal-estar. Por isso, a recomendação é evitar doces e guloseimas em excesso e optar por outros tipos de açúcares como mascavo ou demerara, sempre que possível.

iStock
Imagem: iStock

Leite e derivados
Alimentos como leite, queijos e iogurte aumentam a acidez estomacal levando a piora dos sintomas dos incômodos gastrointestinais. A situação se agrava ainda mais para quem tem intolerância à lactose. Diante da deficiência da lactase, não há a quebra da lactose em açúcares menores aumentado assim a produção de gases, que leva a distensão gástrica e pode resultar em náuseas e vômitos.

iStock
Imagem: iStock

Pimenta
É um alimento considerado irritante da mucosa gástrica, principalmente do estômago. Mas também causa irritações na boca e intestino. Além disso, a pimenta diminui a pressão do músculo do esôfago, o que pode causar refluxo. Assim, seu consumo piora as náuseas para quem já está com este sintoma.

Mais O poder dos alimentos