Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Vinagre de maçã emagrece? Evita infecções e diabetes? Veja seus benefícios

Para aproveitar melhor os efeitos do vinagre sobre a glicemia, o ideal é consumir antes ou durante as refeições - iStock
Para aproveitar melhor os efeitos do vinagre sobre a glicemia, o ideal é consumir antes ou durante as refeições Imagem: iStock

Chloé Pinheiro

Colaboração para o VivaBem

24/07/2018 04h00

Ele é o novo alimento do momento, com muitas promessas: perda de peso, prevenção do diabetes, combate a infecções e proteção ao coração. Mas, afinal de contas, quanto disso é verdade?

"O produto tem alguns benefícios confirmados pela ciência, como a ajuda no controle da glicemia (nível de açúcar no sangue), mas nem todos foram comprovados com estudos maiores", comenta Patrick Rocha, nutrólogo do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas.

Em teoria, esse efeito na glicemia é uma das razões para o vinagre de maçã ser considerado aliado no emagrecimento. Isso porque ao impedir um grande aumento do nível de açúcar na corrente sanguínea você evita picos de insulina, hormônio que estimula o acúmulo de gordura corporal.

"O responsável por essa ação do condimento na glicemia é o ácido acético, que inibe enzimas que digerem carboidratos (como o açúcar)", comenta Maristela Strufaldi, nutricionista da Sociedade Brasileira de Diabetes. Assim, a absorção do nutriente é reduzida e o nível de glicose não dispara de uma vez.

Veja também

Então, quer dizer que se passar a usar o vinagre de maçã todo dia você vai emagrecer? Não é bem assim. Os estudos --ainda pequenos, vale ressaltar -- indicam que o efeito do tempero na glicemia é algo tão discreto que chega a ser indiferente no metabolismo. "O condimento até pode ajudar, mas não fará nenhum milagre", complementa Porto. Ou seja, para perder peso, o vinagre é bem-vindo dentro de uma alimentação balanceada, aliada à prática de exercícios

Se você quer aproveitar os efeitos do vinagre sobre a glicemia, mesmo que eles sejam pequenos, o ideal é consumir o alimento antes ou durante as refeições. "A ação observada até agora é na glicemia pós-prandial, que é a medida da glicose no sangue logo após uma refeição", explica Strufaldi.

O alimento evita inflamação e infeções?

"O vinagre de maçã pode ajudar a prevenir infecções, pois tem ação bactericida. Esse efeito já foi observado em laboratório e provavelmente também ocorre no organismo humano", diz Darshna Yagnik, biomédico da Universidade de Middlesex, na Inglaterra. O pesquisador notou em microscópio o poder antimicrobiano do vinagre de maçã em células infectadas por algumas bactérias que provocam doenças, como a Escherichia coli, associada a problemas como diarreia.

No mesmo trabalho, o cientista inglês notou que o vinagre de maçã reduziu a inflamação das células infectadas pelas bactérias. Isso poderia estar relacionado a uma ação anti-inflamatória geral, mas ainda é muito cedo para afirmar que o efeito seja o mesmo em escala maior. "É necessário fazer mais testes em humanos antes", pondera Yagnik.

Vinagre de maçã protege o coração?

O alimento já demonstrou ter efeito na redução do colesterol e da pressão arterial em estudos com roedores, mas ainda não há demonstrações práticas em humanos. Esse benefício seria promovido por outros nutrientes e substâncias presentes no vinagre, úteis a quem sofre de diabetes ou hipertensão, por exemplo.

Nessa parte, há verdade. "Ele é rico em magnésio, quercetina e antioxidantes que podem conferir benefícios a quem tem diabetes", aponta Strufaldi. Fora que o vinagre de maçã, como tempero, pode reduzir o uso do sal nas refeições. "Diabetes e hipertensão são doenças que caminham juntas e devem ser combatidas juntas, com uma boa alimentação", finaliza a nutricionista.

Não exagere

Na hora de consumir, tenha em mente que a recomendação diária é de 20 ml, ou duas colheres de sopa, ao dia, diluídos na água ou usados para temperar a salada. E não mais do que isso: o excesso pode provocar azia, danificar o esmalte dos dentes e causar outros malefícios para o corpo.

O condimento deve ser apenas mais um ingrediente de uma alimentação equilibrada, que é um dos fatores mais importantes para o controle de doenças crônicas e uma vida saudável.

Saiba também que os vinagres de vinho tinto e álcool também possuem o ácido acético, embora em menor quantidade.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
FacebookInstagramYouTube

Alimentação