Topo

O poder dos alimentos

Seu prato torna sua vida mais saudável


O poder dos alimentos

Colite ulcerativa: 5 alimentos indicados durante as crises e quais evitar

iStock
Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração para o VivaBem

04/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • A colite ulcerativa é uma doença inflamatória do intestino grosso (cólon), quando está ativa, ela causa diarreia, dor e desconfortos abdominais
  • Quem tem colite deve manter uma dieta saudável com alimentos mais leves e menos apimentados
  • Arroz branco, batatas e peixes são alimentos recomendados para as crises de colite
  • A cafeína, leguminosas, oleaginosas, fibras e alguns legumes devem ser evitados quando o intestino ainda está irritado

A colite ulcerativa é uma doença inflamatória do intestino grosso (cólon) e causa sintomas como diarreia, com presença de sangue ou muco, podendo estar acompanhada de dor abdominal. Alimentos que acelerem o trânsito intestinal em uma pessoa que já está com o cólon inflamado tende a piorar os sintomas. Por isso, quando a doença está ativa, a pessoa pode ter que mudar alguns hábitos alimentares.

De acordo com a ABCD (Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença do Crohn), a alimentação não é a causa da doença, mas manter uma dieta com alimentos leves e diminuir os ricos em gorduras e condimentados contribui para melhorar a qualidade de vida de quem tem colite. Além disso, os alimentos que possuem a capacidade de fermentar devem ser evitados quando a doença está ativa.

De forma geral, a pessoa com colite não deve adotar dietas muito restritivas e precisa se adaptar de acordo com a gravidade da doença e os sintomas apresentados. É importante observar individualmente as reações aos alimentos ingeridos. Aprender a identificar alimentos desencadeantes pode reduzir a frequência e a intensidade dos sintomas da colite.

A lista de alimentos a seguir foi elaborada por Dan Waitzberg, professor do departamento de gastroenterologia da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo); Juliara Mussi, coordenadora da equipe de nutrologia do Hospital Santa Cruz; Alexandre de Sousa Carlos, gastroenterologista do hospital Sírio-Libanês; Henrique Perobelli, gastroenterologista da Rede de Hospitais São Camilo; e Maria Izabel Lamounier de Vasconcelos, nutricionista da ABCD (Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença do Crohn).

Coloque no prato

iStock
Imagem: iStock

Peixes
Devido às suas propriedades benéficas --rico em proteínas e baixo teor de gorduras -- os peixes podem ser consumidos sem nenhuma restrição. O salmão, por exemplo, também possui ômega 3 que ajuda a reduzir inflamações. A única ressalva é em relação ao modo de preparo: evite as frituras e prefira sempre os peixes assados ou grelhados.

iStock
Imagem: iStock

Batata
As batatas possuem grande quantidade de água e carboidratos. Além de fornecer vitaminas, potássio, cálcio, ferro, magnésio, manganês, zinco e amido. É importante que ela seja consumida assada ou cozida para preservar os seus nutrientes. A versão frita deve ser evitada.

Istock
Imagem: Istock

Arroz branco
O arroz branco é um alimento que faz parte das refeições dos brasileiros com frequência e é benéfico para quem tem colite. O alimento pode ser consumido por esse grupo de pessoas por ser fonte de energia, oferecer proteína, fibras, vitaminas, minerais e conter amido. Além disso, sabia que a diferença nutricional entre o arroz branco e o integral é pequena?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Gelatina
O alimento pode ser consumido por quem tem colite desde que seja sem açúcar ou adoçantes artificiais. A gelatina é fácil de digerir, contém proteínas e aminoácidos como prolina e glicina, que atuam na composição do colágeno e possui propriedades anti-inflamatórias. Veja como escolher a melhor gelatina para saúde.

iStock
Imagem: iStock

Iogurte
Algumas bactérias presentes nos iogurtes, como os lactobacilos, contribuem para combater as doenças inflamatórias do intestino, no entanto isso só acontece quando a bebida é realmente um iogurte. Sabe-se que os probióticos são microorganismos que pode interromper processos inflamatórios do corpo. Essas bactérias do bem ajudam a regular movimento peristáltico do intestino, na síntese de vitaminas e também promovem um equilíbrio entre as bactérias que estão no órgão.

Melhor evitar

iStock
Imagem: iStock

Cafeína
A cafeína, encontrada no café, chá, chocolate e bebidas energéticas, é um estimulante e pode acelerar o funcionamento do intestino, levando a idas mais frequentes ao banheiro. Por isso, deve ser evitado durante as crises e consumido apenas esporadicamente.

iStock
Imagem: iStock

Leguminosas
Feijões, ervilhas e lentilhas são ricos em fibras e podem aumentar os movimentos intestinais, as cólicas abdominais e os gases. O ideal é consumir com bastante moderação para evitar esses sintomas.

iStock
Imagem: iStock

Laticínios
Os laticínios (como leite e derivados) devem ser evitados quando as pessoas com a colite têm sintomas como dor abdominal ou distensão abdominal. Mesmo aqueles que antes ingeriam normalmente a lactose podem apresentar uma intolerância a lactose transitória nas exacerbações da doença. Por isso, é importante que os laticínios sejam excluídos da dieta na fase ativa da doença e depois sejam consumidos com moderação.

iStock
Imagem: iStock

Oleaginosas
As oleaginosas como nozes e castanhas são alimentos fermentativos que devem ser pelo menos diminuídos nos períodos em que a doença está ativa. Elas podem causar agravamento das cólicas abdominais, inchaço e diarreia. Durante uma crise, mesmo em pequenas quantidades, elas podem desencadear esses sintomas.

iStock
Imagem: iStock

Legumes
Legumes, especialmente vegetais crus, são ricos em fibras e podem ser difíceis de digerir, causando inchaço, gases e cólicas abdominais. Mas, como são importantes para a dieta é necessário checar com um nutricionista ou nutrólogo quais desses vegetais devem ser evitados. Geralmente, brócolis, repolho, milho e cogumelos não são recomendados para quem sofre com a colite e está em crise.

iStock
Imagem: iStock

Alimentos picantes
Na fase ativa da doença com sintomas como diarreia, a pessoa que foi diagnosticada com colite deve evitar todos os alimentos picantes e condimentados, como pimenta, páprica, shoyu, mostarda e ketchup. Isso ocorre porque eles podem irritar ainda mais a mucosa intestinal.

O poder dos alimentos