Topo

Alto Astral


Márcia Fernandes revela o que acontece durante paralisia do sono. Descubra!

Paralisia do sono: Marcia dá umas dicas para resolver isso - iStock
Paralisia do sono: Marcia dá umas dicas para resolver isso Imagem: iStock

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

21/11/2019 04h00

Você já acordou no meio da noite sem conseguir se mexer? Quem vivenciou experiências assim geralmente relata sensações assustadoras e, por vezes, visões que mais parecem um filme de terror. Pois é. Por mais que dormir seja um processo necessário para repor a energias, nem todas as pessoas têm o privilégio de ter boas noites de sono diariamente.

Alguns distúrbios comprometem a qualidade do descanso e, por consequência, acabam afetando a produtividade e o desempenho das atividades no dia a dia. Ansiedade, calores noturnos, insônia e a tão temida paralisia do sono são algumas perturbações que assombram a noite de algumas pessoas.
A paralisia do sono nada mais é do que a ausência de sincronia entre cérebro e corpo, que faz com que a mente desperte antes que o corpo físico. É uma condição caracterizada por uma paralisia momentânea imediatamente após o despertar ou até mesmo antes de adormecer. Normalmente, é mais comum quando a estamos prestes a pegar no sono.

Durante uma crise, é possível ter percepção das situações que acontecem ao redor, mas os músculos não respondem aos comandos do cérebro. A incapacidade de se mexer ou falar pode durar de segundos a minutos. O que parece pouco tempo é, na realidade, uma angústia sem fim para quem vivencia.

Ansiedade, má qualidade do sono, estresse, consumo excessivo de álcool ou drogas e cansaço extremo podem ser alguns dos fatores que causam a paralisia. Mas o que será que a espiritualidade diz sobre este fenômeno? A sensitiva Márcia Fernandes conta que todas as noites, ao dormir, realizamos um desdobramento. "Ou seja, nosso espírito se liberta do corpo físico, que descansa, e retorna ao seu habitat natural."

Tem espírito no quarto?

Para a sensitiva, os episódios podem ser uma espécie de treinamento para o espírito. "Temos que considerar que o ser humano é dual e, além disso, os espíritos estão por toda a parte. Durante todo o processo de evolução, temos a capacidade de vivenciar experiências que nos preparam enquanto espírito e geralmente elas acontecem entre o plano material e espiritual, como na paralisia do sono", diz.

Márcia explica que, enquanto estamos em sono profundo, há uma liberação dos laços que prendem o espírito ao nosso corpo e, não precisando da presença carnal, ele se lança no espaço, estabelecendo uma relação direta com os outros espíritos.

"Durante esses momentos do sono, obtemos o que procuramos durante o dia. Ou seja, podemos passar nossas noites com amigos e mentores espirituais, assim como podemos nos transportar para regiões infelizes do astral inferior, onde nos localizamos por afinidade energética. Afinal, somos seres materiais e espirituais."

Isso reforça o fato de os espíritos desencarnados estarem por toda parte. Afinal, a sensitiva lembra que, durante a paralisia do sono, é muito comum sentir a presença de alguém, ouvir vozes, ruídos e outros sons. Qual a conclusão? A paralisia do sono é uma espécie de desdobramento de forma incompleta, uma linha entre o sono e o despertar.

"O indivíduo passa a ver ou interpretar a presença de espíritos, mas não se trata de obsessão espiritual. Muitas pessoas sem entender o que está acontecendo buscam ajuda em uma força Divina, o que pode significar a busca do ser humano para despertar espiritualmente. Somos todos médiuns e por isso podemos perceber frequências sutis ao nosso redor, em maior ou menor grau de intensidade", explica Márcia.

Como dormir melhor?

Piscar os olhos rapidamente, mexer os dedos dos pés ou das mãos ajudam a interromper a paralisia do sono. Mas antes que ela chegue, o que podemos fazer para garantir uma boa noite de sono? Márcia Fernandes entrega 5 dicas práticas e espirituais. Veja abaixo.

1. Tenha um pé de manjericão dentro de seu quarto e um galhinho de lavanda embaixo do travesseiro. O manjericão é considerado a "erva da harmonia", atrai a energia da alegria. Já a lavanda é relaxante, alivia o excesso de estresse, permitindo assim uma noite de sono mais tranquila. Pode ser usada em spray.
2. Faça um banho energético para afastar os encostos e espíritos menos evoluídos. Para isso, separe 2 litros de água morna. Em seguida, coloque uma pedra de anil ou algumas gotinhas de anil líquido até que a água fique totalmente azul. Banhe-se do pescoço para baixo após o banho higiênico por 16 dias seguidos. Dormir com o banho.
3. Nada de ficar mentalizando pensamentos negativos ou pessimistas, ok? Isso pode atrair espíritos de faixas inferiores que influenciarão sua vida em todos os aspectos. Além disso, você sofrerá com insônia e perturbações futuras. Pense nisso com carinho!
4. Banho de Jesus para quem tem insônia, mal-estar ou briga à toa. Cozinhe canjica em 1 litro de água mineral. Enquanto isso, amasse três galhos de manjericão em um pouco de água. Assim que a canjica estiver cozida, separe a água, misture com o manjericão e banhe-se do pescoço para baixo. Durma com o banho no corpo.
5. Insônia e esgotamento físico são alguns dos sintomas que indicam a presença de almas trevosas durante o sono. Fechar a cama significa se proteger de possíveis ataques dessas almas. Para isso, será necessário 1 saco de lixo preto ou um lençol branco, 2 espadas de São Jorge sem raiz e 6 galhos de alecrim. Coloque embaixo do colchão (em cima do estrado) o saco de lixo preto ou o lençol branco. Depois, na altura da cabeça, coloque duas espadas de São Jorge. Na altura dos pés, coloque três galhos de alecrim de cada lado. Quando as ervas ficarem amarelas, jogue-as no lixo e troque-as. Em caso de casal ou outra pessoa dormindo junto, faça o mesmo procedimento nos dois lados da cama.

Alto Astral