PUBLICIDADE
Topo

Andreza Delgado

Ygona errou, mas brincar com seu estado de saúde também é errado

Ygona Moura (Reprodução)
Ygona Moura (Reprodução)
Reprodução / Internet
Andreza Delgado

Andreza Delgado, baiana da terra do cacau, é uma das criadoras da Perifacon, a Comic Con da favela. Tem um canal no YouTube para resenhar séries, HQ's, filmes e livros e o game perifa, mas quando dá tempo tuíta pelos cotovelos.

Colunista do UOL

25/01/2021 15h29

Se você não faz a menor ideia de quem seja Ygona Moura, eu te conto rapidinho. Ela é uma mulher transexual que faz sucesso no universo LGBTQ+ por conta de suas frases altamente "memerizáveis". Recentemente, Ygona ficou ainda mais em voga por disparar polêmicas sobre a covid-19.

Influenciadora digital, Ygona foi "flagrada" em aglomerações e minimizou o fato:

Gente, que noite foi essa? Noite de aglomeração com sucesso. Estava por tudo aquela festa e saí de lá quase 8h da manhã. Aglomerei mesmo e recebi bem para isso.

Continua depois da publicidade

Só que estamos em meio a uma pandemia causada por um vírus altamente transmissível. Como consequência, no último dia 18, Ygona foi internada por complicações da covid-19, e está intubada, internada na UTI em estado grave. O caso dela ganhou até a imprensa fora do Brasil.

Casos como esse foram vistos aos milhares no último ano. A questão aqui é o comportamento de parte dos seguidores de Ygona, que têm desejado a morte da influenciadora por não só ter aglomerado, mas também ter feito pouco do risco. Essa atitude é claramente condenável, claro.

Mas vale questionar: por que alguns famosos podem aglomerar e outros não?

Lembra de quando a vencedora do "BBB" Thelma Assis foi fortemente criticada por passar o Ano Novo numa ilha particular, enquanto as outras fadas sensatas que estavam com ela passaram incólumes? Já reparou que a crítica sempre recai em pessoas de uma raça específica?

Continua depois da publicidade

Vale lembrar que Neymar —que não se considera negro— debochou enquanto dava uma festa para 500 pessoas também no Ano Novo. E a GKay, acusada de promover uma festa clandestina, com direito a influenciadores expondo na maior que estavam indo para o evento?

Me parece um caso de dois pesos, duas medidas.

Será que o problema mesmo foi a tal declaração de Ygona? Qual a diferença de ela ter falado que recebeu para aglomerar para artistas como Pedro Sampaio, Jorge & Mateus e tantos outros que têm furado a quarentena para fazer shows e receber por eles?

Será que agora é hora de brincar com a vida de uma pessoa trans apenas pela piada?

Talvez seja mais interessante torcermos pela recuperação de Ygona, para que ela possa refletir sobre suas atitudes, principalmente quando tantos outros estão agindo da mesma forma.