PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG vai reduzir ímpeto no mercado da bola após acordo com camisa 9

Alexandre Mattos, Jorge Sampaoli e Gabriel Andreta definem os reforços que chegarão ao Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Alexandre Mattos, Jorge Sampaoli e Gabriel Andreta definem os reforços que chegarão ao Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

30/06/2020 04h00

A contratação de um centroavante deve significar o fim das ações do Atlético-MG no mercado da bola. O clube já fechou com seis reforços, que custaram mais de R$ 50 milhões aos seus cofres e de investidores, e pretende frear as ações na atual janela de transferências, mesmo que haja novos pedidos de Jorge Sampaoli.

A intenção do departamento de futebol é se acertar com um camisa 9 visando a disputa do Campeonato Brasileiro 2020 e, na sequência, fazer apenas contratações esporádicas, sem o perfil adotado pelo diretor de futebol Alexandre Mattos nos primeiros meses de trabalho à frente do clube.

O técnico argentino quer um atacante que tenha mobilidade e consiga pressionar a saída de bola. Nahuel Bustos, do Talleres-ARG, é o predileto do comandante argentino nesta janela de transferências. Adolfo Gaich, do San Lorenzo-ARG, também foi procurado, mas é visto como um jogador muito caro.

Sampaoli já pediu mais reforços à diretoria. Ele ainda insiste na contratação de um goleiro, de um lateral direito Mariano e de um meio-campista. A diretoria, contudo, trabalha para brecar as buscas por reforços no mercado. A cúpula entende que fez gastos elevados e reforçou o elenco bem o suficiente para a disputa dos torneios que a equipe terá nesta temporada — restam Campeonato Mineiro e Brasileirão.

Alexandre Mattos, diretor de futebol atleticano, tem a lista de pedidos do técnico em mãos e tenta acordo com ao menos um dos nomes para reforçar o elenco. O dirigente já atendeu a pedidos anteriores de Sampaoli e buscou os zagueiros Júnior Alonso e Bueno, os volantes Léo Sena e Alan Franco e os atacantes Keno e Marrony para o restante da temporada.

Para buscar reforços, o Atlético conta com o aporte de Rubens Menin, conselheiro e patrocinador do clube. Ele empresta dinheiro à equipe sem juros ou correção monetária a fim de auxiliar na montagem de um elenco forte.

Atlético-MG