PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG vai gastar R$ 4,4 milhões com operação por Léo Sena

Léo Sena, volante do Goiás, será o novo reforço do Atlético-MG no mercado da bola - Rosiron Rodrigues/ Goiás Esporte Clube
Léo Sena, volante do Goiás, será o novo reforço do Atlético-MG no mercado da bola Imagem: Rosiron Rodrigues/ Goiás Esporte Clube

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

03/06/2020 04h00

Resumo da notícia

  • O Atlético-MG deve anunciar, nos próximos dias, a contratação de Léo Sena no mercado da bola
  • Os mineiros têm um acordo verbal com o Goiás e pagarão R$ 4,4 milhões ao todo pelo negócio
  • O valor desembolsado contempla a aquisição de 80% dos direitos econômicos e os demais custos da operação
  • Após a transferência para a Cidade do Galo, o Goiás permanecerá com 20% dos direitos econômicos do jogador

O Atlético-MG deve anunciar, nos próximos dias, a contratação de Léo Sena no mercado da bola. Os mineiros já têm um acordo verbal com o Goiás e pagarão R$ 4,4 milhões ao todo pelo negócio, que deve ser sacramentado em breve.

O valor desembolsado pela contratação do meio-campista de 24 anos contempla a aquisição de 80% dos direitos econômicos e os demais custos da operação financeira.

Após a transferência para a Cidade do Galo, o Goiás permanecerá com 20% dos direitos econômicos do jogador. Este é um dos moldes do negócio, conduzido pelo agente André Cury ao lado do diretor de futebol Alexandre Mattos.

A transação será custeada por investidores. Rubens Menin, conselheiro do Atlético e dirigente da MRV Engenharia, será o responsável por financiar o negócio. O empresário tem boa relação com a gestão do presidente Sérgio Sette Câmara.

Na mudança para a capital mineira, Léo Sena assinará por cinco temporadas. O volante de 24 anos é um pedido de Jorge Sampaoli à diretoria do Atlético. O argentino quer um atleta para o meio-campo desde a sua chegada à capital mineira, em março passado.

A necessidade de contratação de um volante aumentou nos últimos dias na Cidade do Galo. Jair e Gustavo Blanco sofreram lesões e estão no departamento médico. A ausência da dupla faz com que o clube acelere as operações por jogadores da posição no mercado da bola.

Atlético-MG