PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


7 garotos para acompanhar na Libertadores antes que eles rumem à Europa

O uruguaio Nicolás de la Cruz é um dos destaques do River Plate, atual vice-campeão da Libertadores - Getty Images
O uruguaio Nicolás de la Cruz é um dos destaques do River Plate, atual vice-campeão da Libertadores Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

05/03/2020 04h00

Classificação e Jogos

A Libertadores é o principal torneio interclubes do futebol da América do Sul. Mas também é uma vitrine onde os olheiros dos times europeus podem observar, anualmente, as principais promessas do continente.

Quem se destaca na competição muitas vezes acaba sendo premiado com uma passagem aérea para cruzar o Oceano Atlântico e defender alguma das equipes mais poderosas do planeta.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo seis jovens promessas que disputam o torneio continental neste ano e que devem, em breve, fazer esse caminho rumo à Europa. Então, é bom curtir o futebol deles aqui na América do Sul enquanto é tempo.

O Flamengo é o atual campeão da Libertadores. Neste ano, o Maracanã, no Rio de Janeiro, irá receber a decisão. A final está marcada para o dia 21 de novembro.

NICOLÁS DE LA CRUZ
Meia
22 anos
Uruguaio
River Plate (ARG)

Irmão de Carlos Sánchez, do Santos, o meia uruguaio está no River Plate desde 2017 e disputou as duas últimas finais da Libertadores. Inteligente taticamente e com facilidade para flutuar por vários setores do meio-campo, De la Cruz virou o principal responsável pela criação das jogadas ofensivas da equipe argentina e é peça central no esquema do técnico Marcelo Gallardo. Mas o sucesso na América do Sul não passou despercebido na Europa. O camisa 11 já teve uma proposta do Sporting e deve receber novas sondagens na próxima janela de transferências.

ANTONY
Meia-atacante
20 anos
Brasileiro
São Paulo (BRA)

Bruno Ulivieri/AGIF
Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

Uma das principais revelações do São Paulo nos últimos anos, não estará na reta final da Libertadores mesmo que seu time chegue até lá. O garoto habilidoso e que costuma infernizar os laterais esquerdos adversários deve permanecer no futebol sul-americano por apenas mais quatro meses. Antony foi vendido ao Ajax por 16 milhões de euros (R$ 80,5 milhões), no mês passado, e deve se apresentar à equipe holandesa no início da pré-temporada europeia, em julho.

MATÍAS ZARACHO
Meia
21 anos
Argentino
Racing (ARG)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Essencial na conquista do título argentino da temporada passada, o habilidoso e criativo meia deve engordar bastante os cofres do Racing dentro de alguns poucos meses. Em janeiro, o Internacional até cogitou a contratação de Zaracho. No entanto, o preço atual do jogador praticamente inviabiliza que ele troque de clube dentro da América do Sul. Com multa rescisória de 22 milhões de euros (R$ 111 milhões), o meia deve rumar em breve para a Europa. O Milan já manifestou interesse em contratá-lo para a próxima temporada.

GABRIEL VERÓN
Atacante
17 anos
Brasileiro
Palmeiras (BRA)

Gabriel Verón comemora gol do Palmeiras contra o Goiás -  Rebeca Reis/AGIF
Gabriel Verón comemora gol do Palmeiras contra o Goiás
Imagem: Rebeca Reis/AGIF

Apesar de ter apenas alguns meses como profissional e de ainda nem ser titular do Palmeiras, o jovem atacante já mexe com a esperança do torcedor da equipe alviverde. No ano passado, Verón foi campeão mundial sub-17 com a seleção brasileira e acabou eleito o melhor jogador da competição. A Bola de Ouro na competição da Fifa certamente colocou a promessa palmeirense no radar de clubes importantes da Europa. Como só faz 18 anos em setembro, depois do fechamento da janela de transferências do meio do ano, Veron não deve ir para o exterior ainda em 2020.

ALAN FRANCO
Volante
21 anos
Equatoriano
Independiente del Valle (EQU)

Reprodução
Imagem: Reprodução

Se jogasse em clube argentino ou brasileiro, o volante provavelmente já estaria negociando sua transferência para o futebol europeu. Porém, como ele atua no Equador, o caminho para chegar ao Velho Mundo é um pouco mais longo. Sorte para o torcedor do Independiente del Valle, que viu Franco ganhar suas primeiras oportunidades no time profissional em 2016, estrear pela seleção principal em 2018, conquistar a Copa Sul-Americana no ano passado e se tornar uma das grandes promessas da Libertadores.

MATHEUS HENRIQUE
Meia
22 anos
Brasileiro
Grêmio (BRA)

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Mesmo ainda tendo idade para atuar na seleção olímpica, o jogador do Grêmio já estreou pelo time principal do Brasil e disputou o amistoso contra Senegal, em outubro. A precocidade é só uma das boas características de Matheus Henrique, meia que alia poder de marcação, bom toque de bola e poder de chegada ao ataque. Na estreia gremista na Libertadores, ele já deixou sua marca. Foi dele um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o América de Cali, terça-feira (3), na Colômbia.

FACUNDO PELLISTRI
Meia-atacante
18 anos
Uruguaio
Peñarol (URU)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Principal revelação do futebol uruguaio na temporada passada, o adolescente estreou como profissional do Peñarol em agosto, quando ainda tinha 17 anos, e marcou seu primeiro gol no futebol dos adultos em novembro, um mês antes do 18º aniversário. Na atual temporada, já ganhou a camisa 10 e a missão de conduzir o tradicional clube aurinegro. Atacante de lado de campo, Pellistri é daqueles jogadores que não se escondem em campo e nem tem medo de partir para cima dos adversários. Por isso, teve um namoro em janeiro com o Boca Juniors, o que lhe rendeu um aumento salarial e um contrato válido até 2022. A próxima oferta deve vir de bem mais longe.

Rafael Reis