PUBLICIDADE
Topo

Grêmio vence América de Cali na Colômbia em estreia na Libertadores

LUIS ROBAYO / AFP
Imagem: LUIS ROBAYO / AFP

Do UOL, em Porto Alegre

03/03/2020 23h23

Classificação e Jogos

O Grêmio estreou na Copa Libertadores com vitória fora de casa. Hoje (3), o time de Renato Gaúcho fez 2 a 0 no América de Cali em jogo da primeira rodada do grupo E. A atuação segura foi contemplada com um gol em cada tempo e mantém histórico recente do clube em estreias.

Agora o Grêmio acumula quatro estreias seguidas em Libertadores sem derrota. A última vez que o clube gaúcho perdeu no debute foi em 2016, para o Toluca-MEX.

O triunfo em Cali foi garantido pelos gols de Victor Ferraz e Matheus Henrique. A conclusão do lateral direito deveria ser anulada por impedimento, de acordo com o ex-árbitro e agora comentarista de arbitragem Salvio Spinola.

O time gremista volta a campo contra o Pelotas, domingo (8), pelo Campeonato Gaúcho. A partida será no estádio Boca do Lobo, em Pelotas. A próxima partida pela Libertadores é contra o Internacional, na Arena do Grêmio, dia 12 de março.

Quem foi bem: Matheus Henrique

Volante ajudou Grêmio a controlar jogo desde o início, com pouquíssimos momentos de pressão do América de Cali, e ainda fez um lindo gol no segundo tempo.

Quem foi mal: Maicon

Volante fez um primeiro tempo apagado na criação e com dificuldades para ajudar a defesa. Resultado? Foi sacado no intervalo e, sem ele, o meio-campo ganhou mais fôlego e dinâmica.

Everton faz inicio ruim, mas se reencontra e decide

Everton Cebolinha enfrenta a marcação na partida contra o América de Cali na estreia do Grêmio - REUTERS/Luisa Gonzalez - REUTERS/Luisa Gonzalez
Imagem: REUTERS/Luisa Gonzalez

O principal jogador do Grêmio atuou mais centralizado no primeiro tempo e o time sentiu. Sem estar aberto pela esquerda, Everton Cebolinha deixou Caio Henrique (grande novidade na escalação) mais exposto e, principalmente, deixou de ser desequilibrante pelo flanco. No segundo tempo o posicionamento mudou e deu resultado. Foi dos pés do camisa 11 que saiu assistência para Matheus Henrique fazer 2 a 0.

Grêmio faz início de mandante e controla

O Grêmio começou a partida na Colômbia como se estivesse em Porto Alegre, à vontade. Mesmo com três volantes e sem meia para armar o jogo ofensivo, o time teve posse de bola, presença no ataque e gol. O domínio, no entanto, deu lugar a uma postura mais recuada. Tanto que o time de Renato Gaúcho terminou o primeiro tempo pressionado e levando bola na trave.

Mais aberto em campo, o Grêmio fez o segundo gol cedo e depois esbanjou calma para administrar o duelo. Com direito a troca de passes de um minuto e meio e catimba.

América reage tarde e acusa o golpe

Os 11 anos longe da Libertadores talvez tenham criado uma pressão que o América de Cali não saiba lidar. Dominado no início, o time colombiano demorou a reagir e quando foi para o jogo acusou o golpe por levar 2 a 0. Sobreviveu no duelo, atrás de um gol para deixar a disputa aberta, de bolas longas ou chutes de fora da área.

Cronologia do jogo

Victor Ferraz, aos nove minutos do primeiro tempo, fez 1 a 0 para o Grêmio. Matheus Henrique, aos quatro minutos da etapa final, ampliou o placar.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA DE CALI 0 x 2 GRÊMIO

Data e horário: 03/03/2020 (terça-feira), às 21h30 (horário de Brasília)
Local: estádio Pascual Guerrero, em Cali (COL)
Árbitro: Guillermo Guerrero (EQU)
Auxiliares: Byron Romero (EQU) e Ricardo Baren (EQU)
Cartões amarelos: Caio Henrique, Lucas Silva (GRE)
Gols: Victor Ferraz, aos nove minutos do primeiro tempo (GRE); Matheus Henrique, aos quatro minutos do segundo tempo (GRE)

AMÉRICA DE CALI: Chaux; Arrieta (Pérez), Marlon Torres, Segovia e Velasco; Sierra, Ureña e Cabrera; Pisano (Arias), Vergara e Rangel
Técnico: Alexandre Guimarães

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel (Paulo Miranda), David Braz e Caio Henrique; Lucas Silva, Maicon (Thaciano), Matheus Henrique (Bruno Cortez); Alisson, Everton e Diego Souza
Técnico: Renato Gaúcho

Futebol