PUBLICIDADE
Topo

Conversa de Portão #26: O que Rosa Luxemburgo ensina às mulheres?

Mais Conversa de Portão
1 | 25

De Ecoa, em São Paulo

30/03/2021 06h00

O que a militância de uma mulher que viveu entre o fim do século 19 e o início do século 20 tem de atual para a política de hoje?

O novo episódio do podcast Conversa de Portão inaugura a série Feminismos, que irá ao ar sempre na última terça-feira do mês. Realizada em parceria com a Fundação Rosa Luxemburgo, a série irá contar a história de figuras importantes para a luta pelos direitos das mulheres e por uma sociedade mais justa.

Neste primeiro capítulo, a apresentadora Semayat Oliveira entrevista a pesquisadora Isabel Loureiro e a jornalista e militante Ana Mielke sobre a trajetória da intelectual socialista que dá nome à fundação.

"Acima de tudo ela foi uma revolucionária. Ela queria mudar o mundo, acabar com o capitalismo, foi para isso que entrou na militância política", disse Loureiro, que é a principal referência em Rosa Luxemburgo no Brasil (a partir de 8:18 do arquivo acima).

Para Ana Mielke, a trajetória da socialista, que foi assassinada em 1919, serve de exemplo para as dificuldades que mulheres enfrentam até hoje na política. "Nesse mundo em que a gente vive, fazer política sendo mulher e se contrapor às ideias do campo masculino, ainda que você faça parte da elite intelectual, não é uma tarefa fácil. É uma tarefa de bastante coragem", disse (a partir de 23:34 do arquivo acima).

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.