PUBLICIDADE

Topo

Conversa de Portão #60: Por que será que estamos tão ansiosas?

De Universa, em São Paulo

07/06/2022 04h00

Neste primeiro episódio da nova temporada de Conversa de Portão, Jéssica Moreira e Mayara Penina conversam com a psicóloga Lorna Alves para entender por que todos estamos nos sentindo mais ansiosos nos últimos tempos. Elas falam sobre a diferença entre ansiedade e transtorno de ansiedade e como e onde podemos buscar ajuda.

Lorna diz que a palavra ansiedade vem carregada de um peso muito forte desde que se começou a falar um pouco mais sobre saúde mental. "O tema foi muito popularizado. Ficou parecendo que ansiedade é uma coisa ruim e negativa, mas não é bem assim. A ansiedade tem uma função evolutiva, ela nos protege de algumas reações, e ela nada mais é do que uma reação de medo" (a partir de 5:43 do arquivo acima).

O chamado transtorno de ansiedade é quando esse sentimento prejudica a pessoa de alguma forma. "Um dos critérios para se justificar um transtorno é que ele precisa obrigatoriamente trazer prejuízo para a vida daquela pessoa. Se você tem uma ansiedade que não te atrapalha e faz você atingir resultados não estamos falando de um transtorno", explica a psicóloga a partir de 8:05 do arquivo acima.

O fator principal de termos um índice de diagnósticos de transtorno de ansiedade maior atualmente no Brasil é o maior acesso à informação, segundo ela. "Tem uma teoria que diz que nós fomos evoluindo cognitivamente, mas o nosso corpo não estava preparado para receber tudo isso. O nosso corpo não acompanha a evolução da nossa mente, nós temos que aprender a lidar com tudo isso" (a partir de 10:08 do arquivo acima).

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.