PUBLICIDADE
Topo

Conversa de Portão #50: O que dizem mulheres ativistas no Afeganistão sobre o Talibã

Mais Conversa de Portão
1 | 25

De Ecoa, em São Paulo

12/10/2021 06h00

Em setembro, a jornalista Sâmia Teixeira publicou um artigo no Nós, mulheres da periferia contando sobre o impacto da retomada do Talibã para as mulheres do Afeganistão. Neste episódio de Conversa de Portão, ela conta sobre a sua apuração, compartilha o que ouviu das suas fontes e questiona a cobertura da imprensa.

Em entrevista a Semayat Oliveira, Sâmia conta que existe no Afeganistão uma crítica generalizada à presença dos EUA no país e à maneira com que foi feita a retirada. Mas a volta do Talibã representa muito retrocesso, principalmente para as mulheres. "Elas estão preocupadas com a própria vida, com o aumento da violência e do medo. Mesmo sendo errada a permanência dos Estados Unidos no país, tinha algum senso de que havia um governo quando estavam lá" (a partir de 4:21 do arquivo acima).

A jornalista diz que além da escalada da violência promovida pelo domínio do Talibã, a população fica mais desprotegida quando o mundo a esquece. "Esses povos que estão em lugares mais afastados de nossos olhos são noticiados só quando tem espetacularização e geralmente com nosso olhar mais ocidental" (a partir de 14:26 do arquivo acima).

Para Sâmia, é preciso que essas mulheres sejam vistas como protagonistas que são, e não só como vítimas. Ela diz que o domínio do Talibã leva essa violência ao extremo, mas que elas sofrem a mesma violência que a mulher sofre também no Brasil. "Elas pedem voz e solidariedade" (a partir de 18:12 do arquivo acima).

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.