PUBLICIDADE
Topo

#BoasNotícias02/04: Pacote de R$ 10 bi, ajuda de haitianos, emoção na cura

Grupo de imigrantes haitianos de Guaporé (RS) doa cestas básicas para ajudar na crise do coronavírus - Arquivo Pessoal
Grupo de imigrantes haitianos de Guaporé (RS) doa cestas básicas para ajudar na crise do coronavírus Imagem: Arquivo Pessoal

Carina Martins

Colaboração para Ecoa, de São Paulo

02/04/2020 20h56

Os números começam a subir, são mais do que sabemos e talvez mais antigos também. Apertou. Boa notícia, agora, são as ações de cada um. De quem pode e fica em casa, de quem pode e assina a renda básica para que mais gente fique, de quem junta o pouco que tem e de quem junta todo mundo que quer, pode e precisa. Boa notícia em dias difíceis não significa que a realidade não seja dura.

Diariamente, Ecoa selecionará boas notícias para nos ajudar a enfrentar a nova rotina e nos manter orientados sobre a Covid-19.

Um pouco de cada um

Um grupo de imigrantes haitianos que vivem em Guaporé (RS) se uniu para arrecadar cestas básicas para outras famílias da cidade. Com R$ 2.240 que conseguiram de doação de uma organização francesa, mais R$ 900 que conseguiram juntar entre si, eles compraram 32 cestas com alimentos e produtos de higiene e limpeza, que atenderão a cerca de 110 famílias que já estão em dificuldade. "O momento está difícil para todos, mas fizemos isso para ajudar", diz Rony Jean, porta-voz do grupo, que faz questão de nomear todos os demais integrantes: Mervil Yvon, Olcy Faustin, Mathieu Rubens Dieu Grand, Anel Fevry, Richecade Jean François Wilson Charles e Yvelot Jeanot. Quem quiser colaborar, pode entrar em contato com o grupo pelo WhatsApp: 54 9188-1600.

Emoção na cura

Quando os primeiros pacientes graves de uma pandemia ainda em ascensão começam a se curar, até as equipes de saúde se emocionam. Foi assim em Ribeirão Preto (SP), no Hospital Ribeirânia - São Lucas. Um engenheiro de 41 anos, pai de duas filhas, passou dias entubado em estado grave na UTI. Mas se recuperou, e foi aplaudido por uma equipe emocionada. Assista:

Organizando a solidariedade

Muita gente tem se organizado para tentar ajudar a quem precisa mais, muita gente precisa de ajuda, e muita gente não sabe por onde começar. Para organizar essa rede e promover o encontro entre iniciativas, voluntários e pessoas mais vulneráveis aos efeitos da pandemia, a Abong criou uma plataforma online para conectar uns aos outros. Tem alguma iniciativa, precisa de ajuda ou quer ajudar? Acesse redesolidaria.org.br.

O momento está difícil para todos, mas fizemos isso para ajudar - Rony Jean, imigrante haitiano em Guaporé (RS)

Curados

Já passa de 200 mil o número de pessoas oficialmente curadas do coronavírus em todo o mundo. Dessas, 127 estão no Brasil.

Auxílio aos países mais pobres

O Banco Mundial anunciou hoje um pacote de emergência de 10 bilhões de reais, que serão destinados a 25 países em desenvolvimento na luta contra o coronavírus. Ao todo, hoje já passa de um milhão o número de infectados em todo o mundo.

Mais #BoasNotíciasEcoa:

Ecoa