PUBLICIDADE

Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

O que eu faço para diminuir a vontade de fazer xixi durante a madrugada?

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

12/05/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Deixar de beber líquidos após às 18h e evitar alimentos estimulantes são boas práticas para reduzir a vontade de fazer xixi a noite
  • Porém, o mais importante é procurar um médico para que ele dê o diagnóstico certeiro do motivo pelo excesso de micção noturna
  • As causas podem envolver problemas no sistema urinário ou na qualidade do sono
  • Algumas doenças, como hiperplasia da próstata, bexiga hiperativa, diabetes, insuficiência cardíaca ou vascular podem contribuir para o quadro
  • O uso de medicamentos diuréticos e antidepressivos, assim como a apneia do sono, são outros fatores que também podem aumentar o problema

Para reduzir a micção durante a madrugada, além de deixar de beber líquidos após às 18h, é importante evitar alimentos estimulantes no período da noite, como café, chá preto, refrigerantes, bebidas alcoólicas, alimentos cítricos e comidas apimentadas. Porém, o mais importante é procurar um médico para que seja investigado o motivo por trás desse excesso de micção noturna, o que pode demandar mudanças de estilo de vida diferentes. As causas podem envolver algum problema no organismo ou na qualidade do sono.

Na primeira situação, o paciente pode apresentar uma hiperplasia benigna da próstata (crescimento do órgão), que obstrui a uretra e acaba prejudicando a micção. Então, o homem acaba não esvaziando totalmente a bexiga e sente vontades constantes de ir ao banheiro. Outra doença associada ao problema é a síndrome da bexiga hiperativa, que causa contrações involuntárias da bexiga. Já doenças como o diabetes, a insuficiência cardíaca ou vascular em membros inferiores, ou até mesmo o uso de medicamentos diuréticos e antidepressivos, podem aumentar a produção de urina à noite.

Com relação à qualidade do sono, algumas pessoas, ao terem a sensação de quase acordar no meio da madrugada e tentarem dormir novamente, percebem que estão com a bexiga relativamente cheia. Nesse momento, precisam ir ao banheiro para facilitar o processo de sono. A mesma situação pode estar associada a quem sofre de apneia do sono. A doença é caracterizada pela dificuldade em respirar, principalmente quando se está deitado, o que faz com que o indivíduo acabe acordando constantemente durante a madrugada e tem a sensação de ir ao banheiro na tentativa de conseguir dormir melhor.

Por todos esses motivos, é de extrema importância procurar um médico para que ele identifique qual a causa da micção noturna. Dessa forma, o tratamento será mais assertivo, o que irá aumentar bastante as chances de resolução para as idas constantes ao banheiro durante a madrugada. O resultado da terapia irá depender do estágio no qual se encontra o problema do paciente. Ou seja, se a pessoa demorar muito para procurar o profissional, o tratamento pode não ser tão efetivo quanto se ele procurasse nos estágios iniciais.

Fontes: Alex Meller, urologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo; Flávio Arêas, urologista do Hospital 9 de Julho, em São Paulo; Flavio Trigo, urologista do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo; e Ricardo Reges, coordenador do módulo de urologia e nefrologia e vice-chefe do departamento de cirurgia, ambos na Famed/UFC (Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará).

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no VivaBem.

Pergunte ao VivaBem