PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Espiritualidade na pandemia: dicas para equilibrar corpo e mente

A professora de Yoga Priscilla Leite diz que viver no momento presente sempre foi importante, mas em época de incertezas, se torna crucial para a saúde mental e física - Arquivo Pessoal
A professora de Yoga Priscilla Leite diz que viver no momento presente sempre foi importante, mas em época de incertezas, se torna crucial para a saúde mental e física Imagem: Arquivo Pessoal

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

13/05/2021 04h00

Nos aproximar da espiritualidade em tempos de pandemia pode parecer difícil, mas é muito importante para manter o equilíbrio na rotina. Enquanto preocupações e temores ocupam nossos pensamentos durante a maior parte do dia, os pequenos rituais de conexão podem transmutar as energias e tornar tudo um pouco mais leve.

"Nós, humanos, sempre buscamos respostas em meio às incertezas. O que às vezes esquecemos é que a espiritualidade pode nos aproximar do verdadeiro sentido de tudo", reflete a cigana Kélida. Ela acredita que, ao nos conectarmos com a espiritualidade, podemos aquietar a mente e levar bem-estar para estados como ansiedade e introspecção.

Já a professora de Yoga Priscilla Leite, defende que viver no momento presente sempre foi importante, mas em épocas de grande estresse e incertezas, isso se torna crucial para a saúde mental e física. "Pausar e ter um momento de conexão é muito importante. Indico sempre criar um espaço na rotina que chamo de 'stress free zone', um momento só seu."

Diversas práticas espirituais e meditativas podem ajudar nesse processo. Abaixo, conversamos com espiritualistas para entender como eles têm se conectado e o que têm feito para manter a energia em dia durante a pandemia.

Pri Leite, professora de Yoga

AMP Pri Leite yoga - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Pri Leite diz que sempre começa o dia fazendo uma respiração consciente e um momento de gratidão.
Imagem: Arquivo Pessoal

"A pandemia nos traz o medo da morte, do vírus e da doença, mas algo que pode facilmente passar despercebido é a alteração na nossa saúde mental. O primeiro passo para tomar essa consciência é aprofundar o autocuidado, algo que consequentemente promove auto-observação.

Sempre começo o dia fazendo uma respiração consciente e um momento de gratidão. Mesmo que sejam cinco minutos, isso sempre me faz sentir pronta para o dia. Agradeço o calor do sol, agradeço minha casa, agradeço a minha comida. Ao final do dia, agradeço pelos momentos positivos. Se por acaso estiver em um dia ruim, me lembro de momentos bons e da ciclicidade das coisas. Acho importante encarnar o mantra 'fazer o que é possível'.

Outra dica é manter um diário onde se escreva como se sente de forma genuína e sem julgamentos. Caso você perceba que os seus pensamentos não estão alinhados com quem você é, busque ajuda de profissionais da área de saúde mental. Ainda existe muita resistência e tabu sobre saúde mental, mas não há motivos para isso. É importante buscar ajuda quando necessário."

Brendan Orin, astrólogo do Astrocentro

"É normal que a gente se volte para o lado espiritual quando o lado físico falha, isso traz conforto para todos os pontos da nossa vida. Existem estudos de neurociência que dizem que tudo aquilo que pronunciamos é registrado pelo nosso cérebro. Por isso, o ato de falar coisas positivas, de ter fé e esperança é importante. Isso ajuda a não permitir vibrar negativamente

As pessoas que têm o mínimo de empatia acabam sofrendo com as perdas dos outros. Quando nos entregamos para a espiritualidade, ganhamos a oportunidade de compartilhar com a nossa comunidade, mas também com seres que são superiores a essa realidade de morte e de desespero. Com isso é possível olhar para um mundo diferente.

Comecei a fazer uma vigília com alguns amigos pedindo pela cura do planeta e pela proteção das pessoas que a gente ama. Essa corrente me ajudou a vibrar melhor e começar a entender que, por exemplo, a falta das atividades rotineiras me fazem sofrer. Por isso, essa união em grupo e os encontros semanais, mesmo que de maneira online, me trouxeram mais tranquilidade e harmonia. Como humanos que somos, precisamos dessa troca, inclusive num contexto espiritual, e podemos exercê-la de maneira tecnológica."

Cigana Kélida, espiritualista e oraculista

cigana Kélida: "novenas digitais ajudam a combater pensamentos negativos" - divulgação - divulgação
Cigana Kélida: "novenas digitais ajudam a combater pensamentos negativos"
Imagem: divulgação

"Alinhar os pensamentos significa entrar em um estado meditativo, que aquieta o fluxo sanguíneo e o mental acelerado. Em tempos de pandemia, tudo é visto como ameaça. Por isso, quando a mente começar a criar situações que podem fazê-lo entrar no ciclo do medo, respire fundo e, de olhos abertos, vá olhando tudo que está ao seu redor, pontuando tudo que traz segurança a você.

Por exemplo, ao ver uma notícia trágica, indico começar um diálogo interno que reforce que você está em segurança e protegido. Quando pensamos naquilo que aflora nossos temores, nosso corpo reage como se fosse real, então é preciso controlar esses pensamentos invasores.

Além de estar em isolamento social desde o início da pandemia, tenho feito orações, meditações ao levantar e ao deitar, além de novenas digitais para ajudar no combate aos pensamentos negativos. É sempre importante lembrarmos de nossa parte social e humana, junto com a espiritual. Assim, o resultado será o melhor possível."

Juliana Viveiros, consultora espiritual da iQuilibrio

"A espiritualidade nos ajuda a transformar o medo em compreensão. Além de nos guiar para entender nossas luzes internas, é muito importante para não surtarmos em um momento de distanciamento social. Acredito que, através de orações, meditações e rituais, podemos entender nosso caminho e encontrar conforto para o que não tem uma explicação tão lógica.

Desde o começo da pandemia, tento fazer tudo aquilo que está ao meu alcance no dia a dia. Medito, faço exercícios em casa, leio e me conecto com algumas artes, como a música. Também busco trazer mais consciência para a alimentação e ter gratidão pelo simples fato de estar viva, poder ver e sentir o sol.

Técnicas terapêuticas e profissionais que cuidem de nosso ser de maneira integral, mente e espírito, também são bem-vindas. Acredito ser o momento de nos conectarmos com nosso eu superior."

Alto Astral