PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Como o Tik Tok pode estar revolucionando a forma que a gente se maquia

Leticia Gomes - Divulgação
Leticia Gomes Imagem: Divulgação

De Universa

04/05/2020 04h00Atualizada em 04/05/2020 10h25

O Instagram foi por anos a principal plataforma de beleza da internet e fez nascer termos como "sobrancelha de Instagram" para se referir ao design bem arqueado. A timeline de fotos tem, no entanto, perdido espaço para o Tik Tok, aplicativo de vídeos curtos que foi a segunda aplicação mais baixada durante a quarentena nos Estados Unidos, com 1,9 milhão de downloads. Mas como isso muda a forma como a gente se maquia?

Para um olho bem treinado, não é difícil perceber quando uma maquiadora é do Tik Tok. O blush costuma ser marcado, parecendo que a pessoa ficou exposta ao sol. Em vez da pele "rebocada", desenhos de sarda e de coração são feitos nas bochechas. Os olhos podem ser delineados ou não. E um pouquinho de iluminador bem na ponta do nariz finaliza o visual. É uma estética que emula os desenhos animados e que leva a personagens como a da e-girl, look que flerta com o gótico, e a soft girl, a tik toker mais fofa e "solar".

A criadora de conteúdo Talitah Sampaio usava o Instagram para trabalhar, mas o que via na timeline não a agradava. "Tive uma crise, cheguei a pensar que não gostava de maquiagem", conta. Ela se encontrou ao começar a focar mais no Tik Tok.

Ela tem mais de 860 mil seguidores e já fez visuais de palhaços inspirado no filme "IT", emulou o visual da boneca Barbie e mostrou como fazer delineados gráficos. De acordo com ela, seu sucesso na rede social se dá porque o objetivo dos vídeos de make do aplicativo não são dizer como você deve se maquiar, mas entreter e ser mais uma forma de você mostrar quem é.

No Instagram, tem que ser tudo perfeito. No Tik Tok, tive mais espaço para me expressar artisticamente usando a beleza

A beleza do Instagram e do Tik Tok contrastam entre si. "No Instagram, a estética é de uma pele bem matte, com iluminador em pó por cima. Olho esfumado, cílios enormes e boca bem vermelha. Tudo para aparecer bem no vídeo e na foto", diz a maquiadora Ju Rakoza, uma das criadoras da Beauty 4 Share, escola para influenciadores de beleza. Na rede social de vídeos, no entanto, a mão é mais leve no pincel. "Ela tem que divertir, passar uma mensagem."

Beleza como entretenimento

Letícia Gomes, 25, trabalhava como maquiadora antes de ficar famosa no Tik Tok por se transformar em celebridades. "Eu só adaptei o meu trabalho para a plataforma", diz. O grande apelo dos vídeos da jovem, que tem por volta de 3,4 milhões de seguidores no aplicativo, é vê-la se transformando, aos poucos em rostos como Eliana, Anitta, Pabllo Vittar. Não existe um passo a passo. "É mais um entretenimento."

A impressão de Letícia tem reflexo nos números. Segundo o Tik Tok, a hashtag #makeup tem mais de 34 bilhões de visualizações dentro da plataforma, enquanto por volta de 5,5 bilhões de pessoas viram vídeos com a hashtag #makeuptutorial.

Antes, a gente queria ensinar e aprender a se maquiar nas redes sociais. Agora, maquiagem é diversão Ju Rakoza

Tanto que um dos termos mais populares no aplicativo é a #makeupchallenge, em que usuários criam temas e fazem transformações. "Virou uma competição. Quem vai ser a pessoa que vai além? Como vou surpreender os outros no meu próximo post?"

Você já imaginou que usar estampa como sombra seria moda? Talitah pontua que uma tendência que está bombando no Tik Tok é a estampa de vaquinha. "As pessoas querem colocá-la em todo lugar. Nos olhos, na boca, estão viciadas."

Outro movimento é o de fazer desenhos elaborados nas sobrancelhas. "Tem gente que coloca flores, pedrinhas. De tudo." Isso sem falar em desafios como o de mugshot. "Você faz um visual como se fosse um vilão recém-preso", explica Talitah.

Essa busca por ousar mais leva, segundo Ju Rakoza, a "desconstruir" a forma com que se maquiam. "Nunca vi tanta gente apostando em maquiagens coloridas, abstratas, com glitter", conta.

Jovens ditando padrões

Tanto Talitah Sampaio como Ju Rakoza acreditam que a série "Euphoria", da HBO, foi um divisor de águas. "Essa estética deve bombar ainda mais nos próximos anos", diz a especialista.

Porém, a própria maquiadora da atração, Doniella Davy, disse que se inspirou no que adolescentes estavam fazendo nas redes sociais. "Esses jovens estão redefinindo o que maquiagem pode fazer e como ela deve ser usada. Eles são irônicos, rebeldes, brincalhões, divertidos, destemidos, surrealistas. Para esses adolescentes, maquiagem tem que ser emocionante", disse para Universa.

Por isso, não só o Tik Tok está mudando a forma que nos maquiamos, mas, mudando quem são os novos criadores e consumidores deste tipo de conteúdo. "Os mais jovens não têm medo de ousar, não têm as amarras que vêm com o amadurecimento", fala Letícia Gomes.

O diferencial do Tik Tok é que é lá que estão esses novos maquiadores, não no Instagram. "Também tem a ver com o reflexo dessa descentralização do que é padrão de beleza, do que é considerado bonito", continua Ju Rakoza.

Mesmo com todas essas diferenças e novas formas de usar uma sombra ou um delineador, o motivo que nos leva a passar um tempo na frente do espelho continua, de acordo com a especialista, sendo o mesmo: "Ficar bonita para a selfie".

Beleza